in Location

Foursquare

Durante a conferência South by Southwest, não foram poucos os que utilizaramFoursquare, um serviço para dar a conhecer a localização geográfica de onde a pessoa está. Para alguns, o serviço põe parecer algo invasivo, até perturbador para quem dá demasiada importância à sua privacidade online. Mas existem algumas alturas ou circunstancias em que o serviço na verdade tem o seu momento.

Para quem chegava a um bar, restaurante ou hotel no inicio da conferência, podia através do serviço Foursquare dar a conhecer aos seus amigos a sua localização podendo os mesmos encontraram-se com uma maior facilidade.

Serviços móveis tais como o Google Latitude, já promovem, há algum tempo a conectividade emitindo de forma contínua, a sua localização, para todos os seus amigos – algo que não é certamente para todos.

Agora existe uma alternativa que está a ser popularizado pelo Foursquare. Com o iPhone, por exemplo, o utilizador liga-se ao app da Foursquare e vê uma listagem de bares, restaurantes e outros locais de interesse. Quando vir um local de interesse, faz o check-in e assim alerta todos os seus amigos onde vai estar.

Este modelo é mais interessante que aquele de localização contínua pois confere ao utilizador, um maior controlo sobre o nível de informação que o mesmo permite que outros tenham acesso. Esta ideia de “check in” pegou e já muitos outros começam a integrá-lo como é o caso do site Yelp, que compila opiniões sobre restaurantes e outros negócios, e introduziu o conceito do “check in”. Facebook está previsto adicionar a mesma funcionalidade para o quase meio bilião dos seus membros aquando a introdução a funcionalidade de localização no decorrer dos seguintes meses.

A ideia do “check in” surgiu em 2004 quando um serviço Dodgeball permitia aos sues utilizadores alertar os seus amigos através de SMS da sua localização. Dado o facto que na altura os telemóveis não possuíam a funcionalidade GPS, SMS era a única forma de o fazer. Dodgeball foi então vendido a Google que acabou por desligar o serviço e foi então que Dennis Crowley decidiu da inicio a Foursquare.

Cada vez que efectua um “check-in” está a permitir que o serviço partilhe a sua localização recebendo em troca informação útil sobre o que o rodeia. A sua estreia no South by Southwest o ano passado catapultou o serviço para mais que 500,000 utilizadores, presentemente fornecendo 1.6 milhões de “check-ins” por semana. Incentivos são agora oferecidos através de pontos. O lado negativo é que como o serviço não é continuo, o utilizador tem que se lembrar de fazer o “check-in” – mesmo assim poderá este ser o factor que mantém o serviço relevante e não obstruído com milhares de utilizadores que não tem interesse em participar.

Em termos de publicidade, este serviço permite um marketing muito mais focado permitindo às marcas a possibilidade de oferecer incentivos locais a quem está de facto no ponto de venda podendo até convencer um utilizador indeciso a comprar de forma impulsiva.

Write a Comment

Comment