in Best Practices, Google, Recursos

Velocidade

No dia 09 de Abril 2010, Google anunciou no seu blogue que a velocidade seria em diante, mais uma parte integral do seu algoritmo para classificar os resultados de pesquisa no seu motor de busca. Ou seja, quanto mais rápido o seu site for, mais favorável o resultado nos resultados de pesquisa.

Não é por acaso que Google decidiu incorporar a velocidade no seu algoritmo. É que minimizar o tempo que um site leva a devolver conteúdo ao utilizador, melhora assim a experiência do utilizador, aumenta o numero de paginas visitadas bem como as vendas online enquanto diminui o custo necessário de alojamento.

Não podemos assumir que com a penetração de banda larga, a velocidade já não é tão importante como nos anos 90 quando todos ainda estávamos com dial-up. A penetração de banda larga pode parecer significativo, mas temos que ter em conta que Portugal continua abaixo da média da Europa. Não podemos ignorar, de igual forma, a percepção que a velocidade invoca no utilizador na comparação com os outros locais visitados. Ou seja, mesmo que a sua página seja rápida, se existem outras páginas visitadas mais rápidas, a percepção que fica é de lentidão.

European Broadband

Entre 2003 e 2008, o tamanho de páginas de Web mais que triplicou o que implicou um aumento no tempo que leva para a pagina aparecer passando os 3.5 segundos – a média dos melhores. Outros sites tal como CNN.com leva mais que 6 segundos para o site carregar. Infelizmente, hoje em dia, utilizadores esperam ter a página completamente carregada em 2 segundos ou menos. E para o melhor resultado, bem pode procurar formas de optimizar o tempo para menos.

Jakob Nielsen explica:

“Com o tempo de resposta de 1 segundo, utilizadores retêm a sensação de estarem em controlo da interacção. Para a usabilidade online, isto significa que novas páginas irão ter que obrigatoriamente carregar num segundo para que os utilizadores mantenham a percepção que estão a navegar livremente; mais devagar e começam a sentir que o computador está a criar um impedimento em torno acabam por clicar menos, ou até navegar para outra experiência.”

Eis porque é verdadeiramente importante:

1. O tempo que leva a carregar uma página afecta a primeira impressão do utilizador. Quem visita uma página na Web pela primeira vez, cria uma primeira impressão em tão pouco tempo como 50 milissegundos. Utilizadores decidem se o site é relevante ou não em dois ou três segundos. Naturalmente, quem visita um site assumem que o mesmo carrega nesse período de analise de relevância. Caso a página leve demasiado tempo a carregar, a impressão será quase sempre negativa.

Factors that Affect Flow

A velocidade é um dos factores mais importantes afectando o sentido de fluidez da experiência do utilizador.

2. O tempo que leva a carregar uma página afecta a satisfação do utilizador.Estudos de mercado revelam que a velocidade do download é a característica mais importante no design para utilizadores. A velocidade é de igual forma o mais importante factor a afectar a percepção de fluidez de um site – fluidez no sentido da “ideal experiência onde os utilizadores encontram-se num estado de completa imersão e interactividade com o conteúdo”. Em 2009, um estudo da Forrester revelou que 23% de compradores insatisfeitos online atribuíram a sua insatisfação à lentidão do site a carregar o conteúdo.

3. O tempo que leva a carregar uma página afecta o numero de paginas visionadas.Como poderá imaginar, utilizadores satisfeitos vêem mais páginas e alargam a sua experiência online no mesmo sem sair donde estão – e as tentações hoje em dia não são poucas. Já vi o numero de links que tem na sua pagina que convidam, e em certos casos, seduzem o utilizador a sair da sua página?

A AOL verificou que quanto mais lento eram as sua página, menos visitas as mesmas tinham, independentemente do conteúdo ou canal. Google verificou que um decréscimo tão pequeno, e aparentemente tão insignificante, como um de 100 a 400 milissegundos, reduzia a utilização do utilizador desses sites – não só nessa visita bem como em subsequentes visitas. Wikia também verificou que a taxa de saída diminuía quando as paginas se tornavam mais rápidas – de +/- 15% para uma pagina de 2 segundos a +/- 10% para uma pagina de 1 segundo.

4. O tempo que leva a carregar uma página afecta as receitas. Podia-se assim concluir sem grandes estudos qual o impacto da velocidade nas receitas ou retorno financeiro do site. Páginas rápidas fazem com que compradores se mantenham mais tempo no site, sendo que o oposto cria uma frustração que advinham de uma espera forçada. Estudos da Forrester revelaram que 14% dos compradores vão para outro site se tem que esperar para uma pagina carregar. A velocidade aumenta as vendas. Quando Shopzilla redesenhou a sua plataforma para encortar 5 segundos no tempo a carregar todo o conteúdo, verificou logo um aumento de 25% nas páginas visionadas e um aumento de 7-12% das suas receitas. Essa alteração também fez como que reduzissem 50% nas necessidades de hardware. Bing reportou que um aumento de 2 segundos reduziu uma receita por utilizador de 4.3%. Da mesma forma, Amazon.com viu um decréscimo de vendas de 1% por cada 100 milissegundos que levava a carregar uma página. Nessa mesma altura Google viu um decréscimo de vendas de 2% por cada 500 milissegundos adicionados.

Como tornar um site mais rápido?

Google disponibiliza os seguintes recursos para ajudar a quem gere paginas de Web a tornarem o seu site mais rápido – podemos assumir que é do interesse de Google também que as páginas tornem-se todas mais rápidas.

  1. Page Speed: (open source) um Firefox/Firebug add-on que avalia o desempenho de páginas de Web e fornece sugestões para melhoramento.
  2. YSlow: uma ferramenta gratuita da Yahoo! que sugere formas de melhorar a velocidade de paginas de Web.
  3. WebPagetest demonstra uma visão (cascata) de como as suas páginas carregam e inclui uma checklist para optimização
  4. Webmaster Tools (Labs/Site Performance) demonstra a velocidade do seu website tal como o utilizador a vê pelo mundo fora. Existe também um blogue sobe o desempenho de um site.
  5. Existem muitas outras ferramentas em code.google.com/speed.

Google diz que a velocidade não vai ter a mesma importância que relevância da pagina para os resultados de pesquisa sendo que menos que 1% das pesquisas estão afectas à velocidade. Mas como já foi referido, as razões para diminuir a velocidade são demasiadas para o mesmo ser ignorado.

Write a Comment

Comment