in Apps, Estudos, Location

Privacidade

Cada vez mais, os apps para smartphones incluem funcionalidades para que o consumidor partilhe informação sobre a sua localização através do ato voluntário de “check-in” ou simplesmente escolhendo a opção para deixar o app utilizar a sua localização através do GPS do telemóvel.

Algumas marcas oferecem recompensas ou prémios em troca da sua localização tais como um desconto, cupão ou beneficio normalmente inacessível. Algumas apps, tal como o Foursquare, começaram por premiar os seus utilizadores com crachás virtuais, apelando ao lado narcisista de cada um.

Mas apesar do crescimento em popularidade dos serviços de check-in (mais acentuado nos Estados Unidos), ainda existem muitos reticentes em partilhar informação especifica à sua localização. Conforme o estudo mais recente, sobre aplicações para mobile, da Nielsen, aqueles que descarregaram um app nos últimos 30 dias, estão preocupados com a partilha deste tipo de informação. Não é de estranhar, que a maior preocupação vem do sexo feminino, com 59% a indicar o seu receio comparado com 52% do sexo masculino.

Genero E Privacidade

A idade é de igual forma, um factor a ter em consideração. Aqueles que descarregaram mobile apps com idades entre 25 e 34 apresentavam a menor preocupação com a questão de privacidade, Quem demonstrou o maior nível de preocupação foi o grupo de utilizadores com mais de 45 anos.

Idade E Privacidade

Quando os consumidores ficarem mais familiarizados com apps que utilizam localização, e os marketers tornarem-se mais experientes no que concerne aos benefícios que os consumidores esperam em troca da sua informação pessoal, o nível de conforto aumenta bem como a confiança em quem recolhe este tipo de informação.

Jonathan Carson, CEO da Nielsen Telecom apresenta e partilha o estudo em mais detalhe bem como as conclusões a que chegaram na conferencia AppNation em São Francisco a decorrer neste momento.

Este estudo torna-se especialmente relevante numa altura em que a Apple e  a Google veêm-se envolvidas num episódio triste, dado que foram encontrados ficheiros nos smartphones, nos sistemas operativos iOS e Android, que recolhem informação de localização e guardam-na num ficheiro no telemovel. Mesmo que não tenham encontrado nenhum mecanismo que envia os dados para a Apple e Google, fica sempre a possibilidade da informação ser recolhida e não enviada.

Write a Comment

Comment