in CGC, Social Media

Invent With Nokia

Nokia está agora a recorrer a crowdsourcing para a criatividade. “Invent With Nokia” é um novo programa no qual qualquer pessoa pode enviar uma ideia, e se a mesma resultar numa invenção patenteada pela Nokia, você recebe uma parte. Confie neles…

Nokia quer as suas ideias. Existe muito talento fora da Nokia a conseguirem novas ideias todos os dias, e porque não deve a Nokia conseguir apanhar algumas dessas ideias. A Nokia não é a única marca a traçar este caminho – já a Intel tem a sua science fair, o Starbucks com My Starbucks Idea e a Dell com a IdeaStorm.

A Nokia tenta uma versão um pouco diferente (na realidade igual) no qual para quem envia uma ideia, caso a Nokia ache interessante, irá a mesma ser incluída para aplicação para uma patente. Se for aceite, você ira receber uma compensa financeira.

httpv://www.youtube.com/watch?v=a7TeruPQNXI

É óbvio que este programa é benéfico para o inventor solitário. A patente é sempre cara para adquirir e manter, já para não falar se optar por múltiplos mercados.  Existe algum conforto na ideia que uma empresa como a Nokia a gerir e proteger a sua ideia. Mas as vantagens acabam aqui.

Existem mais razões para sermos cépticos – são inúmeras as formas como a Nokia pode se aproveitar de um inventor. Na sua página “How To Submit”, ficamos com a sensação que tudo é demasiado vago e assente em muita confiança na Nokia com pouca transparência. É que não se trata de uma ideia mas sim uma invenção.

…the purpose is to make sure we have your details and to complete some simple legal formalities.

O que será “simple legal formalities”? Parece-me um contrassenso. Já chegam todos os documentos que assinamos com os bancos que assentam na premissa de confiança mas quase sempre assinados com ajuda da ignorância – e já vimos o que acontece quando confiamos nos bancos.

Nokia depois explica que se por acaso a sua ideia for semelhante a uma já existente na Nokia ou fora da Nokia, que a sua ideia poderá assim ficar pelo caminho. Assumindo que a Nokia vai se comportar da melhor forma, ficamos sempre com a ideia de existir demasiada flexibilidade e subjetividade no que concerne às “nossas ideias” e o que poderão ou não fazer com elas.

Mas pior que a falta de transparência é a sensação com que ficamos de uma empresa que já foi um indiscutível líder no seu mercado e que tem sofrido recentemente de inúmeras incongruências. Com a perda de marketshare, de vendas, de margens e sem um sistema operativo digno de concorrer com os mais recentes, esta jogada cheira mais a desespero que outra coisa – o que aconteceu a todo talento da Nokia?

Write a Comment

Comment