in Apps

Waze

Em Dezembro de 2010, Waze, o app de navegação e informações do transito em tempo real, conseguiu um aumento de investimento de $25 milhões de USD. Com um crescimento a duplicar a sua base de utilizadores de 2 milhões em Dezembro (mundial) para 4 milhões em 45 países, Waze está claramente no bom caminho.

Para quem desconhece Waze, fica aqui uma breve explicação. Utilizando este app (iOS, Android, Nokia e RIM), os motoristas produzem uma mapa do transito em tempo real com a possibilidade de partilhar informação sobre acidentes, perigos, radares e obras que interrompem o fluxo do transito. Não se pode teclar (por razões óbvias de segurança) mas sim alertar para cada circunstância ou se preferir, deixar uma mensagem de voz para quem vem a atrás.

Este tipo de informação é muito mais viável que os dados fornecidos por organizações como a ACP ou Brisa. O transito em tempo-real está já a ser integrado em alguns programas de televisão nos Estados Unidos e no Reino Unido, prevendo o mesmo para Portugal num futuro muito próximo.

Uma outra funcionalidade inclui a existência de “grupos de condução” para que possa conectar com outros condutores perto de si ou que viajam na mesma direção. Pode este serviço ser utilizado de igual forma por táxis ou carrinhas de transporte. No Reino Unido, as câmaras e os radares, serão certamente um dos mais utilizados aspectos do app dado o numero de possibilidades de apanhar alguém em excesso de velocidade, bem como as coimas que são aplicadas a esses condutores – um excelente ROI de social media.

O sistema tem também um aspecto “geo-gaming” onde cada um pode ganhar pontos pela informação enviada, podendo assim subir a hierarquia dos Wazers, muito semelhante ao Foursquare. Pode também ganhar pontos quando passa por cima de icons e queques virtuais – imagino os estragos que um pequeno erro de colocação de prémio pode fazer.

httpv://www.youtube.com/watch?v=9wxbNbJmnpI

Write a Comment

Comment