in Tecnologia

Google Chromebook

No fim do ano passado, Google ofereceu um protótipo do seu laptop a uns poucos milhares de clientes escolhidos para o testarem, solicitando assim feedback para terminar o Chromebook, um laptop que funciona na cloud. Google pretende criar algo diferente do existente no mercado, nomeadamente o que Microsoft e Apple propagaram durante todos estes anos.

Google opera com base unicamente no Chrome browser, aliás o sistema operativo de Chrome, onde os seus apps, documentos, configurações e outros dados estão alojados na cloud e acessíveis através de qualquer Chromebook (com a devida autorização).

Ao entregar os protótipos, Google avisou que a sua utilização não era para qualquer um, e para quem esteve com um durante estes tempos percebeu, que esta, provavelmente não será a melhor altura para investir em tal maquina. A grande pergunta é se de facto o consumidor está preparado para tal maquina quando ainda existem alturas em que o utilizador pode ter uma ligação fraca de internet ou pior ainda, nenhuma ligação.

Esta semana, a Acer e a Samsung lançaram os primeiros Chromebooks com valores entre os $379.99 USD e $499.99 dependendo nas opções escolhidas – Wi-fi e/ou 3G. Mas Google não está sozinha. A semana passada, a Apple mostrou o futuro de iCloud que será lançado em alturas diferentes consoante os direitos negociados pela Apple. Sabemos, por exemplo, que no Reino Unido, iCloud só estará disponível em 2012.

No que concerne à configuração do Chromebook, pouco podia ser mais fácil. Simplesmente utilize o seu nome de utilizador com a respectiva senha e o seu Gmail, calendário e configurações são todas sincronizadas. O próprio Chromebook liga em menos de 10 segundos e inicia instantaneamente após ter estado em sleep mode. Em termos de bateria, Google afirma que o seu laptop dá-lhe 8.5 horas de autonomia. O Chromebook da Samsung tem uma capa de plástico branca que faz lembrar o Apple Macbook e pesa 1,5 kilos. Incluído estão SD memory card slot, 2 USB ports e um adaptador para ligar a outro monitor.

Estranho é a câmara que dá para utilizar como webcam para Google talk mas não funciona com Skype vídeo. O Chrome sistema operativo foi construído na premissa que passamos grande parte do nosso tempo a navegar em browsers. Pode também instalar apps da Chrome Web Store sendo que existem 4,400 apps disponíveis neste momento. Se perder o seu Chromebook, ou o mesmo morrer, basta utilizar outro e sincronizar.

Como tudo, existem limitações e neste caso, o Chromebook não é exceção. Os apps disponíveis não são tão completos como o software que imitam tal como Google Docs que não tem muitas funcionalidades que Microsoft Office tem. Não consegue utilizar um cabo USB para imprimir necessitando de uma impressora Wi-Fi. Para ir ao encontro das necessidades do utilizador, Google promete versões offline de Gmail, Docs e calendário para quando não se tem acesso à internet.

O Chromebook vai continuar a evoluir através das constantes atualizações, mas por agora, a maioria de consumidores vai querer esperar utilizando a infinita escolha de computadores, laptops e/ou tablets.

Veja a apresentação do Chromebook:

httpv://www.youtube.com/watch?v=akZ7huEkFRQ

Write a Comment

Comment