in Tecnologia

Tech Bubble

Investidores empurraram ações da empresa Pandora no seu primeiro dia de bolsa, na quarta-feira (15 Junho), demonstrando o continuado interesse em IPOs nas empresas que perdem dinheiro de forma constante.

Pandora, empresa que transmite listas automatizadas de música de PCs e aparelhos móveis pela internet, viu as suas ações subirem 8.9% na sua estreia na bolsa. Mas o que aconteceu neste primeiro dia devia servir de aviso a investidores. Se por um lado as suas ações subiram 63% no inicio do dia, o valor no final do dia já tinha encolhido para os 8.9%.

Podemos dar o beneficio de duvida ao que aconteceu com a Pandora au iniciar-se na bolsa dado a turbulência do dia, mas a volatilidade deveria, ou deverá de futuro, não triunfar a razão. Interesse em IPOs neste tipo de empresa, tal como aconteceu com LinkedIn que aumentou 109% no seu primeiro dia, disfarça as preocupações e cautela que deveriam existir no que concerne a IPOs no presente mercado financeiro. A FTSE Renaissance Capital IPO composite Index que segue o performance dos mais recentes IPOs está este ano 2.9% abaixo do S&P 500 que regista um aumento de 0.6%.

LinkedIn fechou quarta-feira com um valor de $74.62, ou seja 21% abaixo do seu primeiro dia na bolsa – e LinkedIn tem lucro. Investidores vão ter que aprender rapidamente que este tipo de investimento revela uma quase cega confiança no futuro dessas empresas, algo que o mercado financeiro não concorda. Parece cada vez mais sensato Facebook esperar por melhores tempos. Por este caminho, nem 2012 vai parecer boa altura para estrear na bolsa.

Write a Comment

Comment