in StartUps

Crowdsourcing, o modelo de produção que utiliza a inteligência e os conhecimentos coletivos e voluntários espalhados pela Internet, transferiu-se para o investimento. Com o poder de uma maior audiência, existem agora mais opções para os startups financiarem os seus projetos.

Uma série de sites dedicados a crowdfunding estão a surgir e a conseguir resultados interessantes. Estas comunidades juntam as pessoas com interesse em investir com investimentos para projetos com capacidade para serem o próximo sucesso empresarial.

Em grande parte dos casos, aqueles que procuram fundos, criam um perfil e simplesmente iniciam o pedido de dinheiro – não podia ser mais fácil. Naturalmente, o tamanho do investimento dependo muito no especifico investidor e nos termos de cada site. Por exemplo, alguns sites especializam em pequenos investimentos, enquanto outros exigem um investimento mínimo.

Destacamos aqui alguns desses sites:

ProFounder.com: Investidores são tipicamente convidados pelo startup (alguém que conhecem) para colocar um valor à disposição. Empreendedores aceitam um modelo de partilha de receitas onde uma percentagem dos lucros ficam alocados ao retorno de investimento. O site alicia o investimento proclamando a possibilidade de um “retorno ilimitado”, mas como qualquer outro investimento, se o negocio não for lucrativo, todos perdem.

MicroVentures.com: Investidores preenchem um questionário e só depois é que poderão ser aceites (ou não). Ao ser aceite, investidores tem que alocar fundos entre $200 e $5.000 USD, valor esse que é de imediatamente retirado da sua conta. Os investimentos são “restricted securities”, ou seja, não podem ser vendidos sem um registo, ou isenção do mesmo, conforme o Securities Act. Investidores normalmente tem que esperar um ano antes que exista a possibilidade de uma isenção.

Peerbackers.com: Utilizado principalmente por pequenas empresas ou instituições de caridade, empreendedores que procuram fundos, podem oferecer alguns dos seus produtos e/ou serviços aos investidores.

Kickstarter.com: Kickstarter é a maior plataforma de crowdfunding para projetos criativos. A diferença de alguns dos outros é que os criadores dos projetos ficam com 100% do projeto e controlo sobre o mesmo. No Kickstarter, existe um prazo e um valor sendo que caso não se atinja esse valor no prazo dado, o investimento é anulado. O maior caso de sucesso foi o TikTok wristband que conseguiu quase $1 Milhão de USD através de 13,500 investidores no Kickstarter – depois veio a Apple que começou a vende-los dado o facto que seria um acessório que converte o Nano num relógio de pulso.

Caso esteja interessado no crowdfunding, não se esqueça de ler com atenção as condições, o que vai receber, ter de pagar, abdicar e caso não esteja satisfeito, como pode sair.

Write a Comment

Comment