in Tablets

Thrive Bela Adormecida

Supostamente, a ideia de ter sleep mode é para que possa acordar rapidamente. Mas o que fazer se não acorda? Toshiba assumiu publicamente a semana passada que a sua tablet Thrive não acorda, em certos casos, após ter adormecido.

A Thrive tablet utiliza o sistema operativo da Google (Android 3.0) e nem um mês no mercado tem. Junta-se à preocupante pratica de apressar um produto para o mercado sem que esteja devidamente testado. Pior seria assumir que caso tenha sido testada, que a mesma foi lançada com a consciência dos problemas que mais tarde serião rectificados.

Não podemos cair na tentação de mais uma vez louvar o iPad da Apple assumindo-a como algo perfeito. É que no inicio o própria iPad teve problemas com o WIFI que mais tarde foram rectificados através de uma atualização do iOS.

Este problema da bela adormecida iniciou uma grande discussão online no fórum da Toshiba. Aparentemente voltámos ao reboot como solução.

Toshiba comunicou, na voz típica de uma multi nacional exempta de qualquer culpa, quase insinuando a existência de um azar não contemplado:

“We are aware of this issue and are working to fix it.” Mais nada…

A Thrive, ao contrario de outras tablets tais como a Xoom e a Playbook, tem recebido na sua maioria, boas criticas até porque diferenciou-se ao incluir a possibilidade de retirar a bateria – algo que parece, presentemente, irrisório para quem tem uma das outras tablets. Esta preocupação só se deu no inicio do iPhone dado que o consumidor estaria assumir que o iPhone iria ter um comportamento igual aos restantes telemóveis no mercado. Ao bloquear, teríamos quase sempre que retirar a bateria.

Mas a Toshiba deverá monitorizar a conversa online com muita atenção dado o facto que já muitos comentam estarem preparados a devolver o Thrive com base neste, aparentemente (no pensamento da Toshiba), pequeno pormenor.

Write a Comment

Comment