in Tecnologia

Apple Fake Store

Uma blogger (BirdAbroad) dos Estados Unidos acendeu, a semana passada, a Internet  com fotografias de uma loja falsificada da Apple numa cidade remota da China. A loja é idêntica às lojas oficias da própria Apple Inc.

Rapidamente apercebeu-se de outras “lojas da Apple”. Estas lojas, uma imitação tão completa que até o pessoal que lá trabalha pensa estar a trabalhar numa loja oficial da Apple, estão localizadas em Kumming na província de Yunnan.

[galleryview id=16]

Mesmo que já nos tivéssemos habituados a ouvir sobre os produtos que (na) a China falsifica, nunca alguém tinha visto este nível de falsificação. A dificuldade é verificar se de facto o que vendem é mesmo da Apple ou se são produtos copiados a preços inferiores.

Não ajuda a estas empresas (como a Apple) o facto que fabricam os seus produtos em Países onde as imitações reinam. Apple tem quatro lojas suas, duas em Beijing e duas em Shanghai. Difícil será manter o crescimento e os resultados que tem tido, controlando ao mesmo tempo os que tentam ganhar à sua conta.

O facto que estas lojas existem na China deverá causar alguma preocupação para a Apple sendo que o COO, Tim Cook, fez questão de salientar numa conversa com os analistas na terça-feira passada que “China foi muito importante para os nossos resultados”. Se acrescentarmos a ineficácia com que as outras empresas tentaram lidar com questões semelhantes, só vai frustrar mais os executivos da Apple.

Mas o interesse dos media em torno desta descoberta tem sido massivo, levando às autoridades locais anunciarem uma investigação e fiscalização em todas as lojas na sua região, incluindo a verificação da existência de autorizações de marcas para a sua utilização – a China parece estar finalmente a querer limpar a sua imagem e a juntar-se ao mundo capitalista mesmo mantendo-se um regime comunista. Quem diria isto ser possível?

Tim Cook também reiterou a importância da China bem como o facto que parecem estar ainda no inicio do que poderá ser uma enorme oportunidade para vendas de produtos da Apple.

Interessante neste episódio é também o tempo que os principais canais levaram para chegar lá e filmar o acontecimento. Levaram tanto tempo, que a própria BirdAbroad consegui voltar à loja e filmar tudo dado a inexistência de filmagens online.

httpv://www.youtube.com/watch?v=HCKtdbSCadA

Write a Comment

Comment