in Publicidade

Porsche Emoção

“It’s a funny thing about a Porsche. There´s the moment you know you want one. There’s the moment you first own one. And for the truly afflicted, there’s the decade or two that passes in between. From its first days on the road over 40 years ago, the 911 has ignited the kind of passion in drivers that only a Porsche can. And now once again it is poised to redefine what’s possible. Introducing the new 911 Carrera – it is quite simply the purest expression of who we are…

Porsche… there is no substitute.”

Passamos tanto tempo a ouvir os “peritos” falar sobre marketing experiencial, como podemos construir uma ligação emocional com o consumidor e depois… aparece um anúncio de 3 minutos que altera tudo – aliás torna tudo muito mais claro. O anuncio não é novo nem as emoções que nos invoca, mas vale sempre apena rever.

httpv://www.youtube.com/watch?v=wROZ6x921O8

Sentados, observamos o Porsche. É na realidade um carro lindo, mas nunca percebi quando ouvia as pessoas o descreverem de uma forma tão apaixonada. Diferente de um Ferrari ou um outro super carro. Porsche. O sonho.

O anuncio fez me triste, sentir-se isolado quando somos novos, deve ser duro – especialmente quando os outros rapazes não percebem. O sonho, a vida, tudo revolve à sua volta. Depois temos a oportunidade de ir vê-lo e viver um momento. Não nos tratam como o miúdo que somos – o homem da Porsche – ele percebe-nos – ele percebe. Ele deixa-nos entrar só porque sabe que apreciamos a forma, as linhas, a aura que rodeia uma criação de autentica beleza. Sento-me, o cheiro… só um dono de um Porsche alguma vez irá entender o cheiro – as memorias, as promessas – tomar-me-á conta de mim mesmo nas alturas mais difíceis de sempre.

Sou demasiado novo para contemplar quantos salários serão necessários para comprar um mas não faz mal. Eu vou ter um – o tempo que se tem de esperar – isso é que causa a dor – ter que me manter isolado, tão sozinho à espera do dia. Parece tão longe, mas não me desanima. Para isto – irei esperar. O dia vai chegar. Porquê? Porque é simplesmente a mais pura da expressão de quem eu sou…não existe substituto.

… e não, não tenho um Porsche. Nem quero ter – eu não percebo. Mas quando vejo o anuncio vezes sem conta, lembro-me tanto de quando era tão mais novo… e tenho saudades desses tempos. Quando tudo era possível. Quando os sonhos faziam parte da minha vida.

Publicado a 27 de Junho de 2006

Write a Comment

Comment