in Android, Mobile

Android Love

Já há muito tempo que Android ultrapassou iOS como o sistema operativo mobile com maior market share, mas o iPhone continuou sempre como o telemóvel (modelo) mais vendido. Apple sempre dominou o numero de downloads de apps, mas esta semana os papéis inverteram. Mas há algo estranho acontecer com Android que a maioria não sabe, ou não se apercebeu ainda.

A noticia que o sistema operativo da Nexus One, Android,  não iria ter o upgrade para a versão mais recente deixou muitos consumidores a questionarem o nível de suporte que Google dá a Android. Michael Degusta, do blogue theunderstatemente, foi mais longe e comparou todos os modelos de telemóveis com Android, todos os updates disponibilizados, preços e datas de lançamento e de descontinuação – o resultado deverá decepcionar aqueles que apostam no sistema Android como sistema operativo de eleição.

Android iOS Comparação

 

Degusta alerta para o facto que praticamente todos os milhões de telemóveis representados neste gráfico, à exceção do G1 original e MyTouch, estão até hoje ainda sobre contrato.

Eis os resultados do estudo:

  • – 7 dos 18 telemóveis Android nunca utilizaram uma versão corrente do sistema operativo
  • – 12 dos 18 só se mantiveram atualizados por um período inferior a umas semanas
  • – 10 dos 18 estiveram sempre duas versões a baixo da mais recente versão durante a totalidade do seu período de contrato de dois anos
  • – 11 dos 18 não receberam mais atualizações de suporte após menos de 12 meses do seu lançamento
  • – 13 dos 18 não receberam mais atualizações de suporte antes do modelo parar de ser vendido
  • – 15 dos 18 ainda não utilizam Gingerbread – versão Android lançada há quase um ano (Dez 2010)
  • – Quando a nova versão Ice Cream Sandwich for lançada muito em breve, todas as marcas neste gráfico irão estar no mínimo uma versão a baixo
  • – 16 dos 18, provavelmente nunca irão ter a nova versão Android

O iPhone introduziu o conceito de aparelho livre para receber qualquer versão do sistema operativo que a Apple decidisse, e o consumidor também quisesse, instalar. Com contratos de dois anos, a maioria espera que o seu smartphone se mantenha atualizado – por menos no que concerne ao software.

Para os developers, a situação é tão ou mais frustrante, dado que não conseguem programar de uma forma eficaz pela fragmentação da plataforma. Para developers conseguirem atingir as massas, e fazerem dinheiro, vão ter sempre que programar para as mais antigas versões com todos as limitações imagináveis.

Se analisar o gráfico, vai reparar nas linhas traçadas que representam o período durante o qual o modelo recebeu atualizações. Preocupante verificar quão pouco suporte existiu numa era onde a segurança é um fator critico para manter o aparelho limpo de qualquer risco de segurança.

O problema em atualizar todos os modelos que utilizam Android não é técnico mas sim económico. Se por um lado, a comunidade de hackers já provou que é possível “atualizar” o sistema operativo, por outro, quem deveria o fazer, as empresas de telecomunicações, não tem nenhum incentivo em o fazer. Pelo contrario pois onde eles fazem dinheiro é na venda pura e dura do aparelho.

A Apple é constantemente criticada por gerir um ecossistema extremamente fechado com inúmeros controlos e procedimentos. Mas na realidade, esta estratégia, torna o processo todo da Apple muito mais eficiente. O resultado para o consumidor é que pode perfeitamente não comprar a próxima versão do iPhone pois vai continuar a ter todo o suporte e atualizações relevantes ao hardware do seu smartphone.

O problema reside na forma como Google organizou e decidiu gerir Android. Se por um lado conseguiu enfrentar a força da Apple com um sistema operativo alternativo, algumas duvidas permanecem sobre o futuro de Android – por menos desta forma.

Android utiliza com base software open source que obriga a manter o código aberto e disponível para todos incluindo qualquer modificação efectuada em cima do código base. Mas Google fechou a sua versão tornando open source em closed source – algo que irá certamente trazer-lhe grandes problemas.

Todos envolvidos no ecossistema Android têm diferentes objetivos e em alguns casos completamente opostos o que irá fazer com que a harmonia e sintonia necessária nunca estará lá.

Write a Comment

Comment

Webmentions

  • Android Vai Certamente Sofrer Quando Amazon Lançar O Seu Smartphone em 2012 |

    […] outros que utilizam Android.Google falhou no seu ecossistema e nas diversas versões de Android que permanecem desatualizadas, demonstrando uma inconsistência no mercado que faz com que o consumidor não escolha essas […]

  • Android Ocupa Grande Parte Da Lista Dos Smartphones Inseguros |

    […] que 56% dos Android smartphones estão hoje a utilizar sistemas de operação desatualizados e como escrevi anteriormente, sem esperança de serem atualizados durante o contrato de 2 anos.O critério para o estudo incluiu […]