in Apps

Procrastinação

A maioria das pessoas acredita que o ato de procrastinar vem da nossa preguiça e incapacidade de gerir o nosso tempo. A realidade é que o procrastinar vem da nossa fraqueza de lidar com o impulso e uma incapacidade de pensar sobre pensar.

A forma como utilizamos a nossa box (Meo ou Zon) em casa revela algo curioso sobre o nosso comportamento que já se deve ter apercebido. Algo que o mantem afastado do que quer completar.

Com tempo, todos temos a tendência de gradualmente acumular dezenas de filmes e documentários que pensamos ver um dia. Este ato tem uma maior importância que pode parecer.

São vários os estudos que demonstram a nossa tendência de ter preferências inconsistentes com o tempo. Quando nos perguntarem qual a nossa preferência entre uma maçã e uma fatia de bolo de chocolate, por exemplo, a maioria escolhe a maçã. Mas após uma semana, ao vermos na mesa uma maçã e o bolo, inadvertidamente escolhemos o bolo de chocolate. É por esta razão que os supermercados colocam doces, pastilhas e pacotes de batatas fritas perto da caixa de pagamento.

Está distorção vem do facto que não conseguimos compreender que o que queremos agora irá mudar com tempo. Mais uma vez no supermercado, compramos bananas e alfaces, e acabamos sempre por as deitar, ou parcialmente, fora pois esquecemos das comer.

Procrastinação revela-se em todos os aspectos das nossas vidas. Esperamos até os últimos dias para comprar as prendas de natal, só vamos ao dentista quando já não suportamos as dores, e estranho que pareça, esquecemo-nos de votar.

Hyperbolic discounting torna a opção de mais tarde mais fácil para aquelas coisas que prefere não enfrentar agora. Mas também faz planos a medio longo prazo pela mesma razão – afinal, no futuro vai ter mais tempo.

Mas aqueles que pensam sobre pensar, estado da mente, objetivos e recompensas, conseguem cumprir com o que têm a fazer com maior facilidade. A conclusão é que devia passar mais tempo a ser mais esperto que si próprio do que fazer falsas promessas utilizando o seu calendário, software de tarefas e lembretes. Pode também poupar nos post-its que com tempo já nem se colam à volta do seu ecrã.

Apresentamos assim um app para lhe ajudar a decidir. Programado pelo Centro de Behavioral Economics na Duke University, o Procrastinator retira o sofrimento de tomar decisões ajudando-lhe a raciocinar colocando um prazo na decisão a tomar.

Se estiver indeciso entre o Xoom, Galaxy e Playbook, por exemplo, coloca as três hipóteses no Procrastinator com uma data no qual a decisão será obrigatoriamente tomada. Nesse preciso dia vá à Worten e coloque-se em frente da secção dos tablets. O Procrastinator irá tomar a decisão por si e pode estar tranquilo pois qualquer umas das escolhas irá dar ao mesmo.

Procrastinator

Write a Comment

Comment