in Estudos, Social Media

Páginas Corporativas

A maioria concentra-se hoje em dia no Facebook, Twitter e LinkedIn para estar onde os seus clientes estão, mas isto em detrimento da sua própria página online – o seu mais importante asset online.

Um estudo pela Arketi Group verificou que 81% de jornalistas da área de negócios utilizam as páginas principais online de empresas para procurarem informação, factos, um porta-voz e até uma possível história ou tópico de interesse.

“Despite the growth of social media, the survey shows that journalists still frequently turn to corporate websites for information,” diz Mike Neumeier, principal do Arketi Group. “Companies should continue to devote resources to their websites, along with other online communication channels.”

Os resultados do estudo demonstram que jornalistas procuram o seguinte:

  • –   Contactos 98%
  • –   Bons sistemas de pesquisa na página 94%
  • –   Documentos (texto) 87%
  • –   Documentos (pdf)  84%
  • –   Imagens e/ou fotografias em alta resolução 79%

Muitas vezes, os jornalistas procuram informação sobre tendências, estudos e research bem como case-studies. 82% dos jornalistas disseram ver webinars para melhor perceberem assuntos que não dominam ou que sejam específicos à industria em causa.

Ao escreverem sobre um produto e/ou serviço, 51% procura informação na própria página da empresa onde obviamente qualquer informação que não se compare a um press release poderá perfeitamente ajudar a empresa na divulgação – poucas empresas investem numa boa história em torno do seu produto e/ou serviço.

Algumas empresas reconhecem esta tendência e assim criaram social media newsrooms online – utilizando RSS feeds, links para imagens em alta resolução, para biografias das equipas e formas de tornar o conteúdo fácil de partilhar.

Social Media Newsroom Template

Se por um lado existe um maior enfoco em SEO (search engine optimization) para que a página da sua marca apareça no primeiro lugar, ou o mais perto possível, dos resultados de pesquisa, por outro, raramente as páginas corporativas refletem a extensão da marca e de quem a torna humana e compreensível. A página de uma marca ou empresa é uma extensão do seu branding, reputação e promessa e a sua importância deverá ser de igual forma levada com a mesma dedicação, ou mais, que os outros assets online.

É fundamental mante-la atualizada, funcional e com um design contemporâneo que ajude a solidificar a percepção do cliente no que confere à marca e a confiança nela colocada.

Mas em muitos casos, existe um projeto inicial de criar uma página imponente que leva meses, todos celebram a conquista, deixando depois tudo como está. O problema é que no dia seguinte já está desatualizada.

A página de uma empresa é para muitos de nós uma visualização da representação externa da empresa – o hub central de tudo que fazemos com a vantagem que controlamos todo o processo e podemos perfeitamente integrar todas as ferramentas de social media na própria página com pouco esforço.

Por isso, antes de ir a correr abrir uma página de empresa no Google Plus, veja bem como está a sua página principal, pois provavelmente está a necessitar de algum TLC (tender loving care).

 

Download (pdf) do Social Media Newsroom Template (via ShiftComm)

 

Write a Comment

Comment