in Mobile, PR, Tecnologia

Apple Problemas

Tudo começou com o lançamento do iPhone 5, aliás o iPhone 4S. Mas rapidamente as criticas, das expectativas que Apple pouco fez para desmistificar e na diferença do carácter do novo CEO Tim Cook durante o Keynote, desapareceram tão rápido como surgiram.

Na altura do reino de Steve Jobs, a maioria de jornalistas sabiam que qualquer critica poderia bem ser rematada com a ausência de convite para futuros eventos da Apple. E com tempo, o seu impacto tornou-se evidente.

A mistura de “magia”, o medo e o facto que nos últimos tempos pouco falhava na Apple, todo o PR e cobertura era sempre recebida com enorme jubileu.

Após o lançamento do iPhone 4, parecia que os produtos da Apple não eram tão perfeitos como o seu fundador gostaria. Dificuldades com a antena no iPhone 4 demonstraram que até a Apple não estaria imune a problemas técnicos.

O problema ou resolveu-se ou poucos acharam por bem falar mais no assunto. Estranhamente, alguns até acharam válida a sugestão abruta de Steve Jobs – “utilize a outra mão”.

Mas o iPhone 4S está aos poucos a demonstrar sinais de que algo não correu tão bem como esperavam. Ninguém até estranhou as alterações de possíveis datas para o lançamento do iPhone 4S. Se por um lado muitos garantiam que a Apple seguia um ciclo de lançamentos, quando a data passava sugeriam que a estratégia da Apple era de surpreender o mercado. Mas nunca questionaram atrasos ou problemas técnicos.

Mas na realidade não vamos saber (por enquanto). Aqueles que trabalham na Apple não se arriscam a falar sobre o assunto, nem com familiares. Esta é a única forma que a Apple tem de manter o secretismo – algo que com a nova gestão irá certamente gradualmente afrouxar – Tim Cook não é um tirano, pelo contrário.

Mas no meio de todo este secretismo e lealdade à marca, começam a surgir clientes insatisfeitos com o iPhone 4S – e não são poucos.

  • – ecrãs com uma tonalidade amarela
  • – uma autonomia de bateria ridiculamente curta
  • – um eco que aparece após poucos minutos de chamada
  • – problemas com o Bluetooth
  • – telefone muda para alta voz aleatoriamente
  • – Airplay, uma função para streaming áudio do telemóvel para aparelhos compatíveis também tem registado problemas graves

No que concerne aos problemas de bateria, Apple acabou por assumir o problema prometendo uma solução, mas os utilizadores continuam sem solução:

“A small number of customers have reported lower-than-expected battery life on iOS 5 devices,” Apple spokeswoman Natalie Harrison told the Mercury News on Nov. 2. “We have found a few bugs that are affecting battery life and we will release a software update to address those in a few weeks.”

Estranho é a incongruência dos media a reportar estes problemas. Aqueles que publicam acabam sempre por rematar os seus artigos com “mas…”

“Despite these problems, Apple’s handset is surging in sales, and people are still lining up to buy the device, even after four million purchased the handset in its first three days. The 4S is set to debut in 38 total countries including the U.S., heralding high sales in time for the holidays.” Mobiledia

Consumer reports que no passado não recomendavam o iPhone 4 e foram alvos de grande criticas, decidiram dar o seu aval e recomendar o iPhone 4S independentemente de todos os problemas que o mesmo regista/registava. WTF?

Mas este é um fenómeno que vai além da simples explicação de Apple Fanboys. E não se pode simplesmente assumir como brand loyalty. Também não podemos equacionar estes problemas a um declínio da Apple sem Steve Jobs – ele esteve envolvido em todo este processo.

Mas os clientes já falam mais alto, e não são o cliente comum – são coerentes e informados e isso é o maior perigo para a Apple:

“I have experienced every single one of these issues with my iPhone and quite frankly, it’s just not good enough. Bugs should NOT be something a user of one Apple’s product should ever encounter. I paid a premium price for an allegedly premium product but I’m yet to see one “premium” feature on my iPhone simply work. Sure the company can go on and on about how they are “Changing everything” every six months but words are cheap, give me what I paid for Apple!!!”

Outros defendem que a tecnologia do smartphone não está preparada para lidar com os avanços de software reclamando:

“It’s not just (some) iPhones. Many Android users I know of (some have no idea what Android is and what it has to do with their phone) has had some issue or another and are waiting to switch it out or are realizing that this is how it goes with smartphones. Only fanboys on the internet (both iPhone and Android) will claim their smartphone is issue-free. They are lying.”

Mas uma coisa é certa, eu não encontro jornalistas (pró ou contra Apple) preparados (ainda) para criticarem abertamente a Apple. Basta ver todos os artigos na Mashable, no Engadget e TechCrunch sobre a Apple.

Este poderá ser um novo desafio para Tim Cook. Navegar uma empresa, que sempre ignorou a imprensa, a concorrência e os seus fanboys, atravessando uma tempestade que aumenta em intensidade, dia após dia.

Update: iOS 5.0.1 já está disponível.

Write a Comment

Comment

    • Já vi obrigado – este artigo estava já um work in progress há uns dias mas como não me param de chamar um Apple Fanboy achei a altura ideal para publicar – mesmo assim é difícil encontrar informação alem das reclamações de clientes

Webmentions

  • Apple Reza Para Que Não Haja Necessidade De Um Product Recall do iPhone 4S | 12/11/2011

    […] iPod Nano caso o seu seja um dos afectados. Afinal – só boas noticias.Mas após a última atualização do iOS 5 para o 5.0.1, muitos clientes com o iPhone 4S ainda não têm a solução que procuravam […]