in Gestão & Marketing

2012 - O fim do mundo?

Para quem me conhece, sabe que os seminários que gosto mais, são aqueles que provocam uma reação imediata – ou adoro ou odeio. As restantes parecem ficar todas pelo cinzento e eu não me conformo com o status quo. Não é para ser rebelde (longe de mim) mas porque acho que devemos repensar tudo que fazemos, especialmente numa altura em que tudo está a mudar a uma velocidade alucinante.

E isto resulta do seguinte – tenho consciência que a maioria das decisões que continuamos a tomar, especialmente no que concerne ao marketing, estão erradas. E não sou eu que o digo – é só vermos os  nossos resultados.

Por isso, numa altura em que surgem as previsões para 2012, esta foi a que eu gostei mais – simples, direto e algo impossível a que ficar indiferente.

Below The Fold – media commentary from a recovering jornalista tem este post.

“It’s just about time for all of the 2012 marketing and social media trend predictions, that annual rite of passage for seasoned and budding gurus, ninjas or whatever the hell the latest term is for people who tend to say more than they know.”

Aqui certamente já alguns ficaram ofendidos.

“But next year is different. Next year, after all, may be our last year on Earth. I’m not saying the Mayans were right, I’m just saying that if the world does end in December 2012, what do we want to do for our final act? What will “marketing” mean in the final days? How would you approach your campaigns and community if you knew that the next quarter was your last?”

E a sua “visão” ou previsão é tão simples como profunda.

“I know what I would do. I would focus my efforts on creating real connections, evoking real emotion, making a real difference for people who don’t want to leave this life feeling empty. I would use marketing to give people access to products and ideas that will make their lives easier, better and richer for whatever time is left.”

E nós o que vamos fazer? Mais do mesmo? Marketing me2?

“If the past decade of social media has taught us anything, it’s that marketing doesn’t matter. It never did. It’s all bullshit – sometimes elegant, sometimes funny, sometimes evocative, but nevertheless bullshit.

Let’s accept this and move on. Marketing is a path, but it’s not the goal. It’s not success.”

As previsões para o ano de 2012: as falências vão aumentar, o desemprego vai continuar a crescer e vamos todos levar com impostos que nunca sonhámos acontecer – após o email da Segurança Social, eu já acordei e não gosto do que vejo. Não sei o que vou fazer, mas sei uma coisa – não sera o mesmo que fiz em 2011.

“Next year may be the last. Maybe not. Either way, maybe it’s time to start using all of this great social technology for something greater than getting more people to click a button that somehow signifies their undying devotion to your brand.”

(Tip from @jangles)

Write a Comment

Comment