in LeWeb11

Daniel Ek LeWeb

Daniel Ek, CEO e co-fundador de Spotify, veio a LeWeb explicar o novo serviço de rádio, permitindo uma indefinida quantidade de canais, funcionalidades como o skip e canais mais específicos para melhor concorrer com Pandora.

Neste momento, estes melhoramentos estão limitados à versão da app para o desktop, mas o Ek deu as boas noticias que estaria para breve uma versão mobile.

Utilizadores vão conseguir  criar um inúmero de canais, enquanto Pandora limita a 100. Não me parece algo revolucionário pois faz lembrar as marcas que vendem-se através das funcionalidade que são rapidamente ultrapassadas pela concorrência. Spotify também vai permitir que o utilizador salte o numero de músicas que quiser até chegar a um destino de maior agrade – aquela música. Pandora está restrita a 6 saltos por questões de licenças. E em vez de construir canais com base no genre ou décadas, Spotify Radio permite selecionar um artista e com isso criar um canal com base no artista – uma espécie de smartlists como iTunes permite.

O utilizador pode agora também selecionar uma música do seu playlist e arrasta-la para dentro de Spotify Radio para criar um novo canal para o artista. E se por acaso descobrirem uma nova música que gosta, pode arrasta-la e adiciona-la no seu playlist. Spotify está disponível de forma gratuita e na versão paga. Esta nova plataforma irá aparecer durante esta semana, mas caso ainda não a tenha vista, pode a ver aqui.

Até a versão mobile chegar, Spotify Radio estará ainda por superar o potencial de Pandora mas Ek garantiu que a sua versão estaria para breve – muito breve. O que fica por explicar é como se pode classificar dado que não existe uma funcionalidade like/dislike. Ek falou sobre o motor de recomendação inteligente mas pouco pode acrescentar dado que o serviço está ainda a ser aplicado com a maioria de alterações a chegarem nos próximos meses.

Na realidade não existe grande pressão dado que Spotify é o único serviço de música completamente integrado na maior rede do mundo – Facebook. Será sempre assim uma questão de tempo. Até porque parece que grande parte do trabalho dos últimos meses tem sido dedicado a esta integração.

A forma como os utilizadores estão e vão continuar a descobrir músicas da sua extensiva coleção de 15 milhões de músicas, vai definir o futuro crescimento de Spotify até porque Ek explicou que ele e o Mark Zuckerberg acreditavam plenamente que a música é o aspecto mais importante na rede ainda por desenvolver por completo.

Spotify demonstrou que estava a entrar em campo contra Pandora, e qualquer outro serviço de música, usufruindo obviamente do seu não-investidor e acionista de Facebook – Sean Parker.

httpv://www.youtube.com/watch?v=GWpLInBF6mo

 

Write a Comment

Comment