in Social Media

Francisca Meneses

Uma das mais frequentes perguntas que me fazem presentemente é sobre qual a melhor forma de criar um CV. E a minha resposta é sempre a mesma – depende. Depende no que procura, para quem é e o objetivo do mesmo (além de conseguir um emprego).

Posso é dizer que sou totalmente contra o formato EuroPass e tudo que o mesmo representa. Conformidade, facilidade, igualdade e acima de tudo – formatado. Mas depois dizem-me que algumas empresas exigem este formato. Respondo sempre que, assim sendo, fica o aviso para onde irá trabalhar – a cultura, o mindset e a falta de futuro.

Presentemente muitos agora questionam sobre fazer um CV em formato de vídeo – arrepia-me sempre esta abordagem. Porquê? Porque raros são aqueles que percebem que um CV em vídeo não é colocar o nosso focinho à frente de uma webcam a explicar porque somos os maiores.

É tudo menos isso e em vez de dar a minha opinião do que como se deve fazer um vídeo, fica aqui um exemplo brilhante PORTUGUÊS. O resultado é simples, eu QUERO contratar a Francisca e você também vai querer. Quando foi a ultima vez que teve tanta certeza sobre uma pessoa?

Write a Comment

Comment