in StartUps

YBuy

A nova startup experimente-antes-de-comprar através de subscrição, YBuy (porquê comprar), permite-lhe experimentar um produto por 30 dias antes de ter que decidir se quer ou não comprar.

Por um valor fixo mensal de $24,95 USD, os membros inscritos podem experimentar, durante 30 dias, produtos de uma variedade disponibilizada através da plataforma online, como iPads, Breville Barista Express ou um iRobot Roomba.

Se durante os 30 dias decidir comprar o produto, o valor mensal é deduzido do valor de compra. YBuy garante que os seus preços são mais baixos que nas lojas, tendo disponível produtos novos bem como utilizados mas renovados.

O que poderá correr mal? Aparentemente nada. Um serviço que claramente vai agradar a todos, dando oportunidade aos viciados em gadgets, tornarem-se ainda mais viciados pois depois de ter algo em casa, quem vai devolver?

Enquanto esperamos por este serviço em Portugal, bem podemos ir preparando um empréstimo bancário. Um ideia simples e genial, caso tenham tido a devida atenção ao modelo de negocio.

“Our goal is to offer consumers the best products at the best price with no risk,” diz Stephen Svajian, CEO da YBuy. “And, we’re also eager to expand our product line by working with manufacturers looking for a better solution for their refurbished product resale channel.”

YBuy foi votado Best Tech Company of 2011 pela Thrillist.com, um guia para os mais arrojados amantes de lifestyle. Para todos os efeitos, YBuy consegue assim superar o ultimo obstáculo do ecommerce: a possibilidade de tocar, sentir e experimentar o produto antes do comprar. Oferecendo uma espécie de trial version, YBuy elimina a chatice que são os retornos e reembolsos comuns no comercio tradicional, quer para os consumidores, quer para os retalhistas.

O próprio modelo de subscrição é algo que os Holmes Places deste mundo podiam bem copiar, é que caso o membro queira cancelar ou saltar um mês, nunca será assim penalizado nem obrigado a cumprir contratos.

Só para criar mais um pouco de hype, para se registar, deverá ser convidado fazendo com que o consumidor se sinta ainda mais especial.

Só fica uma pergunta por responder. E Portugal?

Write a Comment

Comment