in Social Media

Oprah Winfrey Megafone

Não é segredo nenhum que a powerhouse da Oprah está a sofrer. Mas não é a única que ficou presa no tempo com o mesmo formato, pensando que mais ninguém iria chegar para ocupar o seu lugar – só perguntar ao Herman.

Ontem, Oprah foi obrigada a retirar um tweet dela e pedir desculpa por ter tentado manipular as audiências do seu novo programa. Algo que ela nunca teve que fazer antes.

“Every 1 who can please turn to OWN especially if u have a Neilsen box”

foi o tweet que Oprah enviou domingo à noite pouco depois das 21.00 horas, altura essa em que o seu novo programa “Oprah’s Next Chapter” estreava.

Enquanto alguns dos seus 9 milhões de seguidores achavam o tweet algo reminiscente do desespero, Nielsen não ficou indiferente, até porque existem politicas e procedimentos específicos que têm que ser garantidos para que se possa analisar os resultados imparcialmente.

Nielsen utiliza uma amostra de 25,000 residências nos Estados Unidos para compilar as audiências para cada programa e é óbvio que protegem os resultados de qualquer manipulação a qualquer custo – especialmente quando feito de forma tão irresponsável.

Após a OWN (Oprah Winfrey Network) ser contactada, a própria Oprah apagou o tweet e comunicou que tinha removido o tweet ao ser pedido pela Nielsen e que não quis com isso nenhum mal, pedindo desculpa pelo sucedido.

Ao lado do numero das audiências do programa da Oprah Winfrey, a Nielsen vai colocar um asterisco com um apontamento que o mesmo poderá ter sofrido de uma influência de poder.

Nielsen leva estes casos, mesmo que raros, muito a sério dado que a sua própria confiança poderá ficar comprometida. A importância destes números também faz como que nenhuma influencia externa possa alterar de forma alguma os resultados, dado que são utilizados pela industria de televisão que determina o sucesso ou fracasso de cada programa que obviamente influencia os valores de publicidade pagos.

Se por um lado a Oprah Winfrey já utilizava o Twitter para interagir antes, durante e depois de cada programa, esta foi a primeira vez que referenciou diretamente Nielsen e as residências que têm tal caixa.

O facto do nome Nielsen estar mal escrito no tweet causou alguma duvida por parte dos seus fãs se seria ela de facto a escrever o tweet. Mas agora não resta duvida alguma dado que o mesmo já foi confirmado. Mas o desespero continuo pois minutos mais tarde, Oprah enviou um tweet com “Commercial Grammy people…u can now turn to OWN”.

No mínimo irónico se pensarmos que existem poucas pessoas que utilizam a sua influencia para fins comerciais da forma que a Oprah o faz, usando e abusando do mesmo para seu próprio proveito.

Write a Comment

Comment

Webmentions

  • Sara Blakely, Fundadora da Spanx, na Lista de Bilionárias da Forbes |

    […] Blakely, fundadora da Spanx, entrou no clube feminino mais elitista do mundo. Esse clube inclui Oprah Winfrey e Meg Whitman.Sara Blakely, de 41 anos, é uma verdadeira empreendedora que começou com a […]