in Social Media

SEO Social

A sigla SEO (Search Engine Optimization), é uma combinação de habilidades sociais e conhecimento técnico, é considerado praticamente uma arte e tornou-se a profissão de muitas pessoas ligadas à Web e está ligada à importância do posicionamento em motores de busca que se tornaram essenciais para qualquer empresa ou marca. Mas como nem todos as pessoas não vive só do ar, os sites e blogs não vivem só de SEO.

Há uma técnica ainda pouco conhecida, mas essencial e que complementa e facilita o trabalho de SEO. Refiro-me ao SMO (Social Media Optimization), cuja o objectivo é “optimizar” a visibilidade de uma empresa, marca ou produto, ou seja ser encontrado com mais facilidade, especialmente em redes sociais, blogs, youtube, etc.

Conhecido como “SEO Social”, ele visa atrair mais visitas (neste caso, de utilizadores das redes sociais) ao nosso site ou blog, desde os canais sociais onde estão o públicos-alvo da marca ou do produtos. Os nossos clientes estão on-line, porquê não estar com eles e interagir com a sua forma de pensar e de agir. Actualmente, existem duas maneiras de SMO:

  1. Realizar acções concretas e metódicas na rede, não implica necessariamente a promoção e divulgação do nosso conteúdo. Trata-se mais de comentar outros blogs, participar em fóruns, grupos de redes sociais ou em qualquer espaço onde a rede está presente e que pode ser o nosso público.
  2. Aplicar elementos de social media ao conteúdo publicado, colocando ícones para facilitar a assinatura (RSS) e partilha de conteúdos através da Internet. Pode-se usar os aplicativos disponíveis, como os agregadores (Delicious), social news (Dihitt), Like button (Facebook), assim como widgets que permitem compartilhar vídeos (Youtube) e fotos (Flickr).Podemos afirmar que o SMO está intimamente relacionado com ORM (Online Reputation Management), porque de alguma forma contribui para a boa imagem da marca e para o seu posicionamento. Esta técnica pode ser utilizada tanto na marca, como no posicionamento de um produto ou serviço e ainda pode ajudar os departamentos de marketing e de comunicação, mas também o departamento de recursos humanos, desenvolvimento de produto, atendimento ao cliente, entre outros, já que se pode concentrar em comunidades muito específicas e afectar positivamente as relações

Write a Comment

Comment