in Social Media

TudoMudou Primeiro Aniversário

O Tudo Mudou faz este mês, por volta destes dias, um ano. Não consigo dizer exatamente qual o dia mas fica para Março. Quando comecei, nunca imaginei que com uma série de outros autores, iríamos conseguir ter quase 800 artigos publicados num ano, sem qualquer retorno financeiro.

Depois de anos a trabalhar na área de social media (já lá vão 8), percebi que existia ainda muito para explorar. Acima de tudo, o que verifiquei foi que a maioria das pessoas, que não estão envolvidas diretamente com social media, não tinham nem tempo nem sabiam onde procurar essa informação.

Mas o Tudo Mudou não é único. Existem outras plataformas com um conteúdo muito interessante e alguns que até focam em áreas especificas, tal como LinkedIn no caso do LinkedPortugal.com.

Com cada artigo que aparece no TM, procuramos fornecer factos, alguma analise mas acima de tudo uma opinião que faça com que se pense em torno do assunto em questão.

Além de saber como criar uma página no Facebook, aumentar o número de fãs no Twitter ou conseguir o seu próximo emprego através do LinkedIn, TM tem o objectivo de vos manter atualizados(as) sobre as mudanças constantes e as suas implicações e vos dar algum conhecimento sobre o que está por detrás destas mudanças.

Nem sempre conseguimos escrever sobre todos os temas de interesse dado ainda não existirem suficientes autores, mas com tempo acredito que seja possível alcançar esse objectivo.

Outro aspecto importante para o TM é a cobertura em direto dos melhores congressos e conferencias Internacionais e Nacionais, tais como CES, TNW, Mashable Connect, Silicon Valley Comes To Lisbon, Sandbox, Le Web, QSP Summit e ainda algumas que iremos anunciar nos próximos meses.

O TM não tem publicidade por opção, não quisemos que os anúncios interferissem com a experiência do conteúdo até porque na realidade, o site foi criado para a partilha e leitura de conteúdo. O nosso retorno vem da simples partilha através do Twitter, LinkedIn e/ou Facebook.

Mas não forçamos essa partilha, acreditando num crescimento orgânico, bem como o facto que é através da partilha ou não, ficamos a saber o que vos interessa mais. De futuro vamos procurar parceiros que possam passar a experiência online para offline.

Alguns artigos são classificados como artigos de opinião e é importante que estejam atentes a essa diferença pois normalmente surgem de algo que acreditamos pessoalmente mas poderá não ser do consenso comum. Não queremos desta forma induzir ninguém em erro nem de causar qualquer confusão entre os artigos normais e aqueles de opinião pessoal.

Queria agradecer ao António Ornelas-Soares, Hélder Falcão, Paulo Gonçalves, Jorge Braz, Ricardo Peixe, Hélder Falcão, Marco Braz, João Barbosa, José Coelho e Frederico Camara pelo seu contributo. Não é fácil pois o tempo é escasso.

Mas acima de tudo, queria vos agradecer pela paciência que têm em ler os meus artigos com todos os erros gramáticos e ortográficos. Tenho consciência que algumas vezes é necessário um esforço para chegar ao fim. A razão é tão simples como escrevo melhor em Inglês que Português mas optei pelo Português.

Pessoalmente não gosto de ler artigos mal escritos mas com o TM tinha uma escolha a fazer. Ou escrevo e espero que alguém corrija ou publico e aguentamo-nos todos à bomboca. Como já devem ter percebido, optei pela última.

Deixo aqui um convite aberto para quem quiser escrever para o TM. Basta ler alguns artigos para saber o que se procura. De resto, estaremos aqui para mais outro ano com outros tantos artigos.

Obrigado

Abraços

Nuno

Write a Comment

Comment