in PR

Windows Phone Challenge

Para muitas marcas, ou marketers, o mais fácil parece ser sempre oferecer algo em troca de PR – uma noticia ou uma história envolvendo o consumidor. Mas raramente estão preparadas para quando a ação de marketing não corre como estava previsto.

Já tínhamos escrito no inicio de Fevereiro sobre uma competição que o Santander Universidades Portugal e a Optimus Tag estavam a organizar. A falta de preparação resultou no artigo Quando 3 iPhones Valem Mais Do Que Duas Das Maiores Marcas de Portugal. O que aconteceu foi que a marca decidiu inicialmente não cumprir com o prometido mas mais tarde, resultado da pressão, decidiu então oferecer os 3 smartphones.

Mas os exemplos são muitos onde nem tudo corre como estaria previsto. A Microsoft é a mais recente a ter uma competição aparentemente “demasiada vaga”. Skatter Tech, um blog sobre tecnologia, publicou ontem um artigo sobre um blogger que foi a uma loja da Microsoft para tentar a sua sorte perante o Windows Phone Challenge – um desafio que a Microsoft criou onde oferece um laptop, uma especial edição no valor de $1,000 USD, a quem consegue completar uma tarefa no seu smartphone mais rápido que a pessoa com um Windows Phone, isto tudo perante os termos & condições.

O blogger em questão utilizou um Samsung Galaxy Nexus com o sistema operativo mais recente da Android. Como o desafio era para ver quem conseguia mostrar as condições meteorológicas de dois locais no ecrã, a pessoa em questão não podia ficar mais contente.

Com o desbloqueio do ecrã descativado, e tendo já o tempo de duas cidades no seu ecrã, o desafio foi ganho rapidamente, algo que aparentemente ninguém estaria à espera dado a reação.

Independentemente de ter ganho, foram várias as desculpas dadas pelo qual o blogger não ganhou, com um suposto gerente adicionar o facto que as duas cidades deviriam estar em Estados diferentes dos Estados Unidos.

Na realidade só podia ter ganho dado que com estas configurações o Samsung Galaxy Nexus só necessita de uma ação enquanto o Windows Phone necessita de duas. O resultado que tiro destes desafios é que foram várias pessoas que não pensaram neste desafio, nas consequências e no impacto na reputação da marca. O objectivo de PR foi alcançado, mas não foi de facto positivo.

Com um sistema operativo que promete no futuro ser um sério concorrente no mercado, porque decidiram ir por este caminho? Pessoalmente, utilizei um Windows Phone durante quase um mês e gostei muito como pode ler aqui: Windows Phone – O Veredicto Final.

Só para irritar um pouco mais o blogger, ainda lhe pediram para tirar um fotografia à frente de uma imagem com a frase “My Android was smoked by Windows Phone.” Não podiam ter pensado em algo mais construtivo? Não podiam apostar na usabilidade do Windows Phone e criarem campanhas grass roots que deixassem o sistema operativo demonstrar o seu valor?

Windows Phone Challenge

Write a Comment

Comment