in iPad

iPad 4G LTE

Apple vendeu 3 milhões dos novos iPads em 3 dias, cujas principais razões de compra centraram-se na resolução do ecrã bem como na capacidade 4G LTE. Mas é a primeira que está a impulsionar a compra.

Na realidade, nem o 3G nem o 4G LTE representam na maioria dos casos, ma mais valia para o comprador do iPad. No caso de 3G, a maioria das pessoas não quis, nem quer, assinar contratos com operadores dado já existir um vinculo através do smartphone. No caso de 4G LTE, o mesmo acontece com o agravamento que a maioria das pessoas já se aperceberam que com as velocidades que 4G promete, qualquer plano de dados seria canibalizado num instante. Para quem ainda sonha nos planos ilimitados, esqueça pois para os existentes, utilizadores com grande consumo de dados tem tido os seus acessos estrangulados para uma velocidade demasiada dolorosa para alguma vez querer ver vídeo, por exemplo.

Com os novos smartphones que permitem tethering, partilha da sua ligação, ou criação de hot spot, o 3G e 4G LTE torna-se assim um extra que poucos pretendem ter. Apple está a oferecer o dinheiro de volta a quem tenha comprado um iPad novo na premissa da utilização de 4G LTE – mesmo ainda não existindo valores de retomas, acredito que quem decidir devolver o seu iPad com 4G LTE, vai acabar por levar um de Wi-Fi e só em raros casos levar o dinheiro de volta.

A empresa Localytics tem um infographic que demonstra o desinteresse global no 3G e 4G LTE do iPad.

ver original

Localytics Infographic

 

Write a Comment

Comment