in Quem Diria

Policia da Grecia

Algo estranho está acontecer no mundo da democracia. A Grécia continua a lutar contra o seu deficit através de atos de austeridade, considerados agora pela maioria, como um ato de suicida.

Mas no meio de tantos cortes, algumas agencias governamentais estão a recorrer à criatividade para ajudar a lidar com a falta de meios, orçamento e em muitos casos, a vontade de continuar a lutar.

Uma dessas agencias é a força policial da Grécia, que arranjou uma forma criativa de resolver a falta de meios financeiros para conseguir continuar a fornecer os mais básicos de serviços de segurança publica.

É possível agora alugar a força policial bem como os seus veículos por qualquer membro do publico. Desculpe? Sim. Isso mesmo. Leu bem. Algo estranho está acontecer, pois durante décadas, todos os esforços foram sempre concentrados em manter a força policial isenta de qualquer interferência por parte de terceiros, especialmente quando existiam incentivos financeiros. Agora voltou-se a conseguir comprar a policia, mas com recibo.

Por $40, pode ter um policia ao seu serviço por uma hora e com $260, a agencia inclui um barco de patrulha. Para quem tem um maior orçamento, porque não alugar um helicóptero da policia por $2,000? Mesmo que este serviço esteja a ser dirigido a quem necessita de uma acrescida segurança, o mesmo pode ser contratado por empresas de filmagens ou na realidade, qualquer outra empresa que necessite deste tipo de serviço mas que acima de tudo tenha dinheiro para ajudar com o orçamento policial anual.

Com um deficit acima dos $450 mil milhões, parece que na realidade qualquer ajuda é bem vinda sendo que está praticamente garantido que num curto espaço de tempo, a Grécia irá inevitavelmente falhar com os seus compromissos. Na realidade já o fez, mas através de inúmeras “ajudas”, incluindo uma redução da divida em mais de 70%.

Melhor que isto, só mesmo aqueles que conseguem uma boleia “gratuita” ao fim da noite, num carro da policia, com um único inconveniente – não lhe levam a casa.

Write a Comment

Comment