in Social Media

Muito se tem escrito sobre Klout ultimamente, dado a nossa fascinação por encontrar os “mais influentes” online. Provavelmente, dado o nível de narcisismo online, essa pesquisa começa inevitavelmente com o “eu”.

Agora existe o Klouchebag, que assumo vir de douchebag (homem ofensivo) e Klout (por enquanto, uma brincadeira que lhe atribui um “valor de reputação”), um serviço que goza com todos aqueles que acham Klout, e todos que o utilizam para tomar decisões, um serviço credível.
Com um “algoritmo” tão secreto, e provavelmente tão eficaz como o do Klout, Klouchebag atribui um valor a cada utilizador conforme o seu nível de aborrecimento. Simplesmente coloque o seu username do Twitter e vai ver:

Klouchebag

Se necessita de saber qual a metodologia, fica aqui a explicação do seu criador Tom Scott:

Klouchebag uses the ARSE rating system. Anger: profanity and rage. Retweets: “please RT”s, no or constant retweeting, and old-style. Social Apps: every useless checkin on foursquare or its horrible brethren. And English Usage: if you use EXCLAMATION MARKS OMG!!! or no capitals at all, this’ll be quite high.”

 

Write a Comment

Comment