in Facebook

Facebook Em Apuros

Não quero de forma alguma parecer aquele velho do Restelo que é sempre do contra. Reconheço o sucesso do Facebook, as profundas mudanças que resultaram da sua existência e do facto que no dia do IPO, a histeria vai levar a rede social a entrar em bolsa à grande. Isso está tudo garantido. O problema é o que se sucede.

Caso ainda não leu, e para ter algum contexto, poderá primeiro ler os seguintes artigos:

 – Os Abutres de Wall Street Estão de Volta, Desta Vez com Facebook, e Ninguém Acha Estranho

Mark Zuckerberg e o Perigo da Compra Impulsiva

Facebook: Evolução ou Confusão?

Facebook Com Nova Avaliação de $103.4 Mil Milhões de USD Está Prestes a Rebentar

Mas enquanto Mark Zuckerberg e a sua equipa estão a visitar as diferentes instituições financeiras para convencer quem gere inúmeros fundos que Facebook é uma sólida aposta, alguns factos emergem que colocam algumas duvidas numa futura avaliação de $ 75-95 mil milhões de USD.

Primeiro foram os resultados do primeiro trimestre deste ano de Facebook que revelaram um decréscimo nas receitas, isto perante uma continuada subida no aumento de utilizadores que deve levar a rede social a ultrapassar mil milhão de utilizadores em breve.

Não era esperado, dado que a publicidade, a maior parcela de receitas, é algo novo para o Facebook. Nunca se esperava atingir um plateau tão cedo e num valor tão baixo.

A segunda noticia preocupante é o facto que agora mais pessoas acedem o Facebook através de mobile do que na própria página online. Muito preocupante se verificarmos que a publicidade está online e agora os utilizadores estão mobile, através de apps que não têm (ainda) publicidade.

Se juntarmos estes dois factos, podemos facilmente verificar que o modelo recente de negócios do Facebook está definitivamente partido.

Para piorar estas noticias, Aaron Brady, um engenheiro de software do Facebook, anunciou no Facebook developers blog, o Facebook App Center, que supostamente irá dar aos developers uma “forma adicional para fazerem crescer as suas apps e criar oportunidades para existirem diferentes tipos de apps” aumentando assim o sucesso para os developers. Mas a que custo para o Facebook.

Quem já teve sucesso no Facebook é a Zynga que à data da entrega dos documentos referentes ao IPO do Facebook, ficamos a saber que a própria Zynga contribuía para 15% das receitas do Facebook. Mas ao ouvir que a Zynga tinha criado a sua própria rede para os gamers, e que a percentagem de vendas no Facebook tinha decrescido 2% para 13%, o aumento terá obrigatoriamente de ter existido na plataforma da Zynga.

Necessitamos assim de mais factos para determinarmos que o valor do IPO é exagerado? Parece-me que não, e como referi, Facebook vai abrir em alta, devemos é ficar atentes às semanas que seguintes.

Write a Comment

Comment