in StartUps

Encontrei este inquérito que os Startup Pirates publicaram após terem inquerido mais de 100 empreendedores. Como empreendedor, achei os resultados curiosos, isto porque não concordo com os resultados, pelo menos, com a sua ordem de importância.

Ou seja, por um lado percebo as respostas, mas na realidade, eu necessito de algo menos sexy e acredito assim que as respostas reflectem mais o que achamos que devemos dizer e não o que necessitamos verdadeiramente.

O objectivo do estudo era de identificar quais os aspectos mais importantes, as maiores preocupações e desafios que empreendedores vivem na sua nova vida de independência e liberdade.

Os resultados foram publicados em formato de infographic, mas escolhi alguns tópicos específicos:

O que Considera As Principais Características de um Empreendedor?

Se por um lado concordo com a importância da persistência, motivação, paixão e flexibilidade, achei que o foco e capacidade de trabalhar bem, deveriam ter uma maior importância. O que verificamos é que existem demasiadas pessoas com muito boas ideias mas um menor numero daqueles que executam. A execução é chave para o sucesso e a paixão, flexibilidade e persistência podem ser atributos perigosos caso não exista foco.

Quais as Principais Áreas de Especialização Para Um Novo Empreendedor No Lançamento do Seu Startup?

Mais uma vez, as primeiras escolhas revelam-se importantes, tais como desenvolvimento do produto/serviço, modelo de negócios, networking, visão e valores, etc. Para o fim, e infelizmente, ficam os menos sexy e o mais importante – vendas. A maioria da pessoas não são bons vendedores – uma arte que todos devíamos de aprender – fundamental.

Quais Os Principais Erros Que Empreendedores Cometem Nos Seus Primeiros Startups?

A procura pelo perfeito, falta de noção dos custos, falhas no recrutamento, ausência de testes no mercado antes de investirem, são todos os erros que raramente dão certo. Mas para o fim fica novamente o menos sexy – objectivos, falha nas perguntas certas e sobrevalorização da ideia enquanto subestimam a execução – fica tudo para o fim.

O Resultado Final?

E se em vez de analisarmos a importância de cada item, pensássemos num todo. Ou seja, e se antes de decidirmos sermos empreendedor, analisássemos estas listas para verificar se temos ou não, as características, ideia, equipa e coragem para seguir em frente?

Por um lado, seria mais que certo não avançarmos –  é verdadeiramente assustador todas as frentes que um empreendedor luta diariamente. Por outro, e felizmente, a maioria de empreendedores, aqueles que não tiraram um curso em empreendedorismo, pensam muito pouco e agem com o seu coração.

A diferença certamente está naqueles que falam e os que executam, todos necessitando de uma dose saudável de sorte. Por isso, se pensa demasiado no assunto, na insegurança, nos desafios, melhor mesmo repensar pois esta poderá não ser a altura certa para avançar.

Empreendedorismo não é para todos. E não é NADA sexy… sorry.

Se ainda tiver dúvidas, leia este excelente artigo do Michael Arrington: Are You A Pirate?

Eventos: European Pirate Summit

Write a Comment

Comment