in Social Media

Para quem vai as inúmeras conferencias de imprensa, eventos de lançamento e feiras como a CES, algo é certo, a dificuldade está em conseguir relatar o que aconteceu além de todo o espetáculo, marketing e pressão para agradar.

Grant Howiit, um jornalista que normalmente escreve sobre jogos, foi destacado para o lançamento do novo Panasonic Toughpad em Munique no passado dia 14 de Janeiro.

O seu relato é brilhante, mesmo que não impressione as marcas que tanto investem nestas iniciativas. Mas uma coisa é certa, se lerem os 100+ comentários, vão ficar surpreendidos com a forma como Howiit conseguiu explicar o produto, mesmo que gozando com todo o aparato. Mais impressionante são as inúmeras pessoas que ficam convencidas com o produto depois de ler o seu artigo.

Caso não queira, ou não tenha tempo para ler o artigo::

“Two women emerge from the back of the hall. They are dressed, inexplicably, in tight jump suits and belts and aviator sunglasses and high heels. They have handcuffs hanging from their belts.

Why are they dressed like that? I don’t know. I can’t know. Are they pilots? Police officers? Aviation police? It doesn’t make any sense. This product has nothing to do with planes or crime or any combination of the two. It is a tablet computer you can drop underwater from a height and have that not be a problem.“

“Jan talks about retina displays and the way that the human eye can only perceive a certain number of pixels at a certain range and something about PPI. I think Panasonic has invented a new kind of pixel. A bendy pixel. I don’t understand. What does PPI stand for? What am I doing with my life? Why am I here in this basement in Munich at the age of 26 staring at a man fire a laser pointer at a graph? How did this happen? I wanted to be a Sky Pirate. I don’t understand any of this.”

Leia tudo no site lookrobot.co.uk.

Com a emergência do blogger, que veio juntar se ao jornalista que pediu ajuda ao cidadão comum para lhe enviar dicas, o que não falta agora são reviews de produtos que nos chegam em doses industriais, higienizados, onde a maioria escreve pouco mais que as características técnicas acompanhado pelo vídeo “hands-on”.

O utilizador, saturado dos milhares de artigos que nada trazem de novo, vão procurar aqueles que têm a coragem, o conhecimento e ousadia de informar e entreter o leitor. Mas as marcas vão ter que viver com o bom e o mau. Na realidade são opiniões de pessoas que se deslocaram para ouvir o que a marca tem para oferecer.

Não é fácil. Eu sei por experiência própria. Como empreendedor recebo e leio relatos favoráveis da experiência que conseguimos proporcionar aos nossos clientes mas também recebo emails de pessoas, algumas vezes enraivadas com o que lhes fizemos passar. O bom com o mau. Estou aprender a lidar com isso, com a negatividade. Não é fácil mas é necessário.

Como autor, recebo também algumas vezes emails de quem se sente defraudado pelos meus comentários, tudo isto porque escolheu ir pelos pormenores e não o artigo como um todo. Como eu, também vão ter que viver com isso. O objectivo não é de criticar nem atingir pessoas mas sim apresentar um outro lado, que algumas vezes inclui sarcasmo, ironia e alguma brincadeira, necessária para tornar cada artigo algo interessante de ler e debater, concordem ou não com as conclusões.

A vida torna-se assim muito mais interessante.

Pessoalmente, acho que esta teria sido a melhor forma de apresentar o Panasonic Toughpad ao mundo

[youtube width=”602″ height=”350″ video_id=”2bp9Zj3Et2c”]

Write a Comment

Comment