in Mobile

Para o resto do mundo, esta história é cómica, mas para um senhor de 59 anos que vive em Las Vegas, nada disto tem piada. Há dois anos que pessoas aparecem à porta do Wayne a exigir o smartphone que perderam ou foi roubado.

Já berraram, ameaçaram e até chamaram a policia, mostrando com toda a convicção que o smartphone deles, estava de facto naquele local especifico. Para um sistema que pareceu resolver um grande problema, até para a policia, revelou-se, como toda a outra tecnologia, falível. Um problema técnico que parece estar a baralhar a operadora identificada neste caso – Sprint.

A policia está perplexa pois até já foi chamada aquela residência por violência domestica, roubo e claro pelo próprio proprietário que até pouco tempo pensava ser alvo de alguma brincadeira de mau gosto.

A reação de Dobson até foi calma e sensata – colocou uma comunicação à sua porta a explicar este fenómeno que ninguém conseguiu ainda perceber. Não é isso que vai certamente afastar aqueles que acreditam na infalibilidade da tecnologia – até a policia que respondeu a uma chamada de emergência de uma pessoa que não deu a morada, foi levada a esta residência por erro.

No Cell Phone

Nem a Sprint, nem peritos na área de comunicações compreendem o que está acontecer, mesmo que já se tenha apercebido que o problema reside na aproximação da residência a uma torre

Tudo começou em 2011 quando um casal bateu à porta da sua casa e exigiram que lhe devolvessem o seu smartphone. “I’m standing there and I’m thinking, ‘What are they talking about?‘ ” diz Dobson. “They might as well have said, ‘Give me my horse back.’ 

A sua justificação foi ainda melhor: “I just said, ‘I don’t know these people; I don’t go where they go.’ I’m 59 years old. I don’t care about these technology pets they have.”technology pets, a total condescendência para uma emergência aparente.

O problema é que sistemas de GPS nos smartphones não fornecem localizações exatas mas sim uma área onde deverá iniciar a sua busca – estranho é o sistema dar a sua casa como local a iniciar a busca.

O sistema utiliza uma combinação de satélites GPS  e triangulação como já vimos inumaras vezes no CSI. Esta localização é muitas vezes a salvação de quem está em perigo mas não conseguiu passar a sua localização, porque não pode ou não sabe. A localização tem que ter uma precisão de 50 a 300 metros, dependendo no tipo de tecnologia em uso.

Dobson chegou ao seu limite quando viu umas pessoas no seu jardim à noite. Seguiu a luz da lanterna e quando olhou para fora da janela da casa de banho, levou com a luz na cara e gritou: ‘Who are you? Get out of my yard!’ Dobson ouviu a resposta ‘We’re the police, open the door.’ ”

E a Sprint? Dizem que “the company is researching the problem.”

Write a Comment

Comment