in Facebook

O mais recente estudo da Pew Internet & American Life Project e Berkman Center da Harvard University, revela que a maioria dos adolescentes estão no Facebook com uma média de 400 amigos. Mas ao mesmo tempo, Twitter e Instagram ganham tração neste segmento tão importante.

Não devemos, nem podemos, chegar à conclusão que poderá estar a existir uma migração de um serviço para outro, como vários sites online já indicaram. Enquanto Twitter poderá ser considerado uma alternativa ao Facebook, para um demográfico mais velho, adolescentes normalmente utilizam-no como outro tipo de canal – quase como um SMS.

O estudo é para os Estados Unidos mas julgo que continua a ser relevante para quem quer compreender a utilização do Facebook em Portugal. O estudo está online aqui.

Mesmo que a utilização no Twitter e Instagram não se compare com a do Facebook, o crescimento é impressionante, com o numero de adolescentes (12-17) a utilizar o Twitter a duplicar de 2011 para 2012 (26%). A adopção do Facebook foi rápida dado que este demográfico segue intensamente o comportamento dos seus pares, com 94% a confirmar terem um perfil na maior rede social de sempre.

Adolescentes Na Web

Se por um lado este fenómeno cria serias dificuldades para Google + que conta somente com 3% de adolescentes ativos, nada é certo quando se olha para o futuro. É que todos os anos, novos adolescentes estreiam-se online e basta só uma nova “levada” iniciar-se no Google + para que tudo mude. Mas Google + ainda está longe do radar dos adolescentes.

A média de amigos que cada adolescente tem no Facebook é de 400 mas o mais interessante é que de ano para ano, a partilha de informação pessoal aumenta. Por um lado esta geração, os digital natives, estão se habituar a ter uma presença continua online, por outro, ainda não têm o divido cuidado, ou conhecimento, sobre questões relacionadas com a sua privacidade e consequentemente, a sua segurança.

81% dos pais preocupam-se com a privacidade dos adolescentes, enquanto somente 40% dos adolescentes preocupam-se e 31% tem alguma preocupação. Mesmo assim, 60% dos perfiles estão em modo privado – com uma maior percentagem de raparigas.

O que os adolescentes partilham online:

  • 91% publicam uma fotografia pessoal (aumento de 79%)
  • 71% publicam a sua escola
  • 71% publicam a cidade onde vivem
  • 53% publicam o seu email
  • 20% publicam o seu número de telemóvel

Adolescentes Publicam

Além desta informação:

  • 92% publicam o seu nome verdadeiro
  • 84% publicam os seus interesses – filmes, música ou livros
  • 82% publicam a sua data de nascimento
  • 62% publicam uma relação
  • 24% publicam vídeos pessoais

O estudo é bastante completo e vale a pena ler todo o documento.

Write a Comment

Comment