in Social Media

Uma das vantagens das grandes estrelas da música é o numero absurdo de seguidores e fãs que hoje em dia cada um consegue acumular. Mas em vez de competirem em locais públicos onde existe demasiado ruído, tal como o Twitter e Facebook, porque não traze-los para uma plataforma onde se pode criar uma verdadeira relação com os fãs, criando verdadeiras oportunidades de cross selling bem como serviços/produtos verticais sem ter que partilhar a receita com terceiros?

Depois da Lady Gaga ter criado a sua rede social pessoal, littlemonsters.com e Justin Timberlake ter investido no Myspace, é agora a vez de Justin Bieber investir $1.1 milhões de USD (trocos) numa nova rede social para os adolescentes que se vai chamar Shots of Me. Mas ao contrario dos outros dois, Bieber é da geração dos apps, por isso se quiser se juntar ao movimento Bieber, procure no fim de semana o novo app.

Mas este investimento deve ser levado a sério por várias razões. Primeiro, porque Justin Bieber tem 46.5 milhões de seguidores no Twitter, 57 milhões de likes no Facebook e 6,5 milhões de subscribers no Youtube (JustinBieberVevo) – uma audiência massiva.

Segundo porque ele está no pico da sua carreira (digo eu), algo que provavelmente será contestado até à morte pelos seus evangelistas. Terceiro, porque outros dos investidores são Shervin Pishevar e Thomas McInerney, dois VCs com peso, independentemente do Thomas ter no seu site o slogan “Investing in businesses that make the world a better place”. Não estou a ver como Shots of Me vai melhorar o mundo – marketing…

Quarto – porque pode. Mas mais importante que tudo isto, estamos numa altura em que os adolescentes parecem estar a utilizar menos o Facebook, passando para Twitter e outras redes, provavelmente à procura de algo diferente. Justin Bieber percebe isto perfeitamente pois ele próprio é um utilizador asiduo de todas estas ferramentas nomeadamente o Twitter e Instagram. A sua primeira fotografia no Instagram levou o serviço a ficar temporariamente indisponível dado o trafego que a mesma gerou.

A empresa que está a desenvolver o app já tinha alguma relação com o Bieber dado que ele jogava os seus jogos, inclusivo partilhando esse facto no Twitter para a sua audiência de milhões. O investimento total é de $2.7 milhões de USD, algo que certamente irá atrair mais investimento, caso necessitem, o que duvido. Este é para todos os efeitos um orçamento relativamente baixo para o impacto e retorno.

in Fortune

Write a Comment

Comment