in MWC

Nos últimos dois anos decidi não ir ao CES e apostar em Barcelona onde a Mobile World Congress tornou-se o evento mais importante de mobile do mundo. Este ano não se espera grandes novidades.

Mobile World Congress 2013: As Tendências de Mobile

Uma coisa é certa – vamos ver muitos smartphones – grandes, pequenos e uns desnecessariamente curvos. É que ainda não percebi a utilidade de ter um smartphone curvo, só se o mesmo se moldar ao meu rabo.

A importância da MWC é demonstrado pela presença do Mark Zuckerberg como keynote speaker numa espécie de entrevista com David Kirkpatrick onde Mark irá “explore the importance of extending the benefits of ubiquituous Internet access to the unconnected world.” Hmmm. Ok.

Mark Zuckerberg anunciou, no ano passado, o seu objetivo de levar a internet aos 2/3 da população que ainda não tiveram a felicidade de ter um vídeo Lookback do Facebook. Outros membros da internet.org que irão estar presentes incluem a Nokia, Samsung, Qualcomm e Ericsson.

MWC será novamente o palco para a maioria das novidades mobile para 2014 sendo que a Sony decidiu antecipar o lançamento do seu Xperia Z1 trocando o ruído de Barcelona pelo de Las Vegas. Tenho a certeza que os seus diretores divertiram-se mais do que se tivessem escolhido a Europa.

Dado que a Samsung decidiu anunciar o seu novo Samsung S4 num evento próprio em 2013, ficamos na dúvida se vai utilizar MWC como showcase de todos os seus dispositivos ou se poderá até surpreender com o lançamento do Samsung S5. Imaginava-se que iria seguir a mesma estratégia da Apple e Microsoft que abandonaram estes eventos escolhendo os seus próprios para concentrar toda a atenção em si. Com as mais estranhas animações, Samsung conseguiu superar todos no nível de kitschyness (Wikipedia: “sentimental soap operas”).

Mas esperem…

Samsung Unpacked

Será que o Samsung Galaxy S5 vai ser parcialmente lançado no MWC 2014– o primeiro episódio de uma telenovela mexicana? De resto podemos assistir a todos os tamanhos possíveis a lançar, no formato de smartphone e tablet. Não podemos esquecer também o futuro do Galaxy Gear que será certamente ridicularizado após o lançamento este ano do iWatch da Apple.

O sangue vai rolar no mercado low end onde a maioria aponta as suas armas. Por um lado, ninguém quer concorrer contra o iPhone, por outro, todos acreditam que o crescimento está na Índia, China e outros mercados do terceiro mundo. Mark Zuckerberg irá certamente aplaudir. Os acionistas destas empresas, nem por isso.

Windows Phone tem tido um crescimento orgânico e sustentado. Nada estrondoso mas pouco a pouco, está a conseguir ver frutos da sua parceria com a Nokia. O ultimo trimestre viu um crescimento de 156% mas este número só é alto porque a sua quota de mercado subiu para 3.6% dos 2%. Enquanto se ouve rumores de possíveis fabricantes a pensarem adoptarem o sistema operativo da Microsoft, rumores continuam a circular sobre um modelo com Android a ser introduzido no portfólio da Nokia (X) de dispositivos. Não faz muito sentido para a Nokia/Microsoft mas faz todo o sentido para a Nokia.

Vamos ter smartphones da HTC, LG (Nexus 4 e 5) e ZTE que dominou o MWC 2013 o ano passado com o seu lançamento do ZTE Open que utilizava o sistema operativo da Firefox.

Não podemos esquecer a Huawei que durante MWC 2013 sofria de toda a má publicidade do governo dos Estados Unidos que avisava que a empresa era do governo Chinês e que muito provavelmente o seu equipamento estaria comprometido com malware dos chineses. Este ano vai certamente ser mais divertido para a Huawei dado as revelações de Edward Snowden. Imagino que os Americanos preferem ser espiados pelos Chineses, sem consequências locais, do que pelo seu próprio governo.

Google vai estar presente mas desta vez removido do negocio da Motorola, com um melhoramento substancial na relação com a Samsung, que não só representa 80% das vendas mundiais de Android como também já estava demasiadamente empenhada no lançamento do seu sistema operativo Tizen – uma séria ameaça para o futuro da Google em mobile, isto se conseguissem que outros o adoptassem.

Vamos ver a família Nexus (8 e 10) e poderemos ver Google Glass dado que o lançamento para além dos Estados Unidos deve estar para breve.

Se estes foram os números para 2013, espera-se muito mais este ano:

  • Mais de 72,000 participantes
  • Mais de 41,000 C-Level leaders
  • Mais de 4,300 CEOs
  • 1,700 exhibitors utilizando 94,000 metros quadrados de espaço para exibição e espaços de reunião
  • 3,400+ membros da imprensa representando 1,500 media outlets de 79 países + ME

MWC2014Live

Write a Comment

Comment