in Marketing

Não posso dizer ser fã nem inimigo número um da PT Comunicações. Infelizmente sinto que a PT tornou-se num mal necessário. É estranho pensar assim de uma marca, não é? Mas o que detesto mesmo são telefonemas de números não identificados a tentarem vender me algo que não quero.

Vamos por partes:

  1. Ao atender um número não identificado, na era da suposta transparência, demonstra da minha parte, que estou disposto acreditar que existe alguma razão plausível de não se identificarem  – não deveria logo assumir que quem me liga não quer que eu tenha o seu contacto.
  2. Receber um telefonema no meu telemóvel da Sra. ….. (assumo que não utilizam os seus próprios nomes) que pergunta se pode falar com alguém responsável na empresa pelas telecomunicações, só demonstra o total desinteresse em saber mais sobre a pessoa a quem se dirigem. Se existe o Cold Call, este será certamente o Arctic Call.
  3. Receber um telefonema de um fornecedor nosso que não sabe que já somos clientes, parece me à partida um insulto. Mas refletindo um pouco, demonstra uma falta de informação na era da… informação. Será que a PT Comunicações necessita de um fornecedor de CRM?
  4. Mas como assumo que a PT Comunicações tem a obrigação de ter implementado sistemas de informação, e que não utilizam listas aleatórias ala old school, chego à conclusão que a PT está-se literalmente a borrifar para os seus clientes.

Nunca fui adepto de cold calling, como sempre odiei as empresas que vendem listas de emails. Supostamente, como consumidores, deveríamos estar mais protegidos por tais atos intrusivos. Nos Estados Unidos, existem vários mecanismos e as penalizações são altas.

Mas mais que legal, ilegal, intrusivo ou imoral, nada disto faz sentido em termos de marketing e parece que ninguém está minimamente interessado na PT Comunicações em alterar esta estratégia. Porque trás resultados. Mas a que custo?

Só podia esperar mais da PT Comunicações. Mas o que me levou a escrever este post é que recebo estes telefonemas da PT Comunicações periodicamente, e independentemente da minha abordagem, umas vezes simpática, outras sarcástica ou mesmo irritado, acabam sempre com a mesma promessa – que não me vão contactar novamente.

Alguém da PT Comunicações está a ouvir? Só para que nunca chegue a este ponto.

Confesso que admiro a persistência do senhor da British Telecom.

[youtube width=”602″ height=”350″ video_id=”Yj2oXMdZ4sk”]

Write a Comment

Comment