in Health Tech

O mercado de mobile Health (mHealth) deverá crescer até $ 21,5 mil milhões de USD em 2018 com um crescimento anual acumulado (CAGR) de 55%, segundo um relatório recente da BCC Research. Este mercado vai ainda apresentar um crescimento na Europa superior ao do mercado Americano.

Segundo a BCC as futuras tecnologias no segmento mHealth vão aparecer como resposta á necessidade de desenvolvimento crescente dos smartphones, melhoramentos na cobertura celular e uma crecente procura de soluções para a monitorização remota de pacientes.

“as soluções de mHealth vão contribuir no rápido melhoramento de acesso a cuidados de saúde nos países em desenvolvimento” – onde as taxas de penetração de smartphones conseguem ser superiores ás de países mais desenvolvidos – assim como ajudar a manter elevados níveis de qualidade nos serviços de saúde de países desenvolvidos apesar do crescente peso que o aumento de procura desses mesmos serviços”, devido a fatores – entre outros – como o aumento da esperança média de vida.

O analista da BCC para o segmento de Saúde, Dr. C. L. Barton, comentou ainda que “as tecnologias de mHealth podem ainda contribuir para uma nova e invulgar vantagem competitiva a diversas companhias no cada vez mais competitivo mercado farmacêutico” – como são os casos da Novartis e Merck.

Para nós, a capacidade disruptiva da inovação em Health Tech irá mesmo mudar os paradigmas do mercado da saúde criando novos líderes que irão adquirir os activos das já clássicas companhias farmacêuticas  – como sejam o caso da Apple, Google ou Facebook.

Write a Comment

Comment