O Telefonema Para a Professora Que a Violou

Quando uma mulher finalmente teve a coragem de enfrentar o seu passado e identificar uma professora que a tinha violado quando tinha apenas 12 anos, foi informada que já não o podia fazer dado que o prazo para o fazer, tinha expirado.

O que se segue é um exemplo do poder da Internet que, para o bom e para o mal, permite julgar uma pessoa na praça púbica.

Neste caso, o resultado foi positivo pois a autora do crime assumiu o ato numa gravação. Jamie X, agora com 28 anos e mãe, decidiu telefonar para a sua antiga professora, Andrea Cardosa, que gozava o cargo de vice administrador da escola Alhambra High School nos Estado Unidos.

A primeira parte do seu telefonema, gravado através de vídeo, foi de salvaguardar que estava de facto a falar com a pessoa certa – identificação da autora. Deixou a própria Andrea Cardosa confirmar que tinha efetivamente dado aulas na mesma escola e que se lembrava da Jamie. O que seguiu foi uma admissão inequívoca da sua culpa neste crime contra menores.

O resultado foi a demissão da Andrea Cardosa e abertura de um inquérito por parte das autoridades. Algo estranho dado que o prazo já prescreveu. Provavelmente o inquérito policial irá focar nos anos mais recentes dado que este comportamento continua independentemente da autor dos crimes descritos ter mudado de escola.

Quando a Jamie pergunta “Do you realize that you brainwashed me and you manipulated me and that what you did was wrong?”, a resposta vem rápida e direta. “Yes, and I regret it,” responde Andrea Cardosa.

A Jamie depois diz lhe “You sicken me, and every day when I think about what you did, you sicken me… You should be so ashamed and so disgusted with yourself.”  Andrea Cardosa responde “I am, I am.”

E assim a vitima tem finalmente algo parecido com justiça. Pode não ter conseguido processa-la mas ao menos conseguiu destrui-la publicamente. Andrea Cardosa nunca mais irá trabalhar numa escola.

Não podemos minimizar a coragem que a Jamie revelou ao decidir publicar este vídeo e demonstra-nos o poder da Internet. Jamie deixou esta mensagem no YouTube para todos que a apoiaram, mesmo que só através de uma partilha:

“I don’t even know where to begin. I am so grateful to all of you for making this video go viral. It is true. She did resign shortly after I had sent the link of the video to the Principals email. She is caught but not in custody. I was interviewed at the police station where I made my report to move forward with charges. Because of all of you who shared she will not be getting away with these things that she has done to me or any one else. I’ve shared my story with Sara Welch of Ktla5 and it will air some time tomorrow morning. Thank you all again…. I really can’t thank you all enough!!!”

In LiveLeak. Imagem: YouTube Video