Karl Lagerfeld No Le Web 2011

Live @ LeWeb: Karl Lagerfeld, Um Chic Geek Que Não Sabe Que É Doido

“Crazy people never think they are crazy”. Poucos estariam à espera de ver a maior conferência de tech na Europa iniciar com um icon que não pertence à industria, mas rapidamente tornou-se óbvio a razão pelo qual escolheram Karl Lagerfeld.

Karl Lagerfeld No Le Web 2011

Poucos estariam à espera de ver a maior conferência de tech na Europa iniciar com um icon que não pertence à industria, mas rapidamente tornou-se óbvio a razão pelo qual escolheram Karl Lagerfeld.

Visionário, eclético, e icônico, Karl Lagerfeld é designer de moda, fotógrafo, editor, designer, e também diretor de cinema.

Lagerfeld criou um universo em que cada linha está perfeitamente sob seu controle, cada detalhe de importância absoluta, com um estilo ultramoderno e altamente estruturado, com um fascínio e uma forma que emerge através de símbolos gráficos que se tornaram, inequivocamente, a sua marca registada.

Com a sua graciosa entrada, tenho a certeza que muitos ficaram a pensar, como eu, o porquê de andar sempre com a sua bolsa e o que poderia ela transportar.

Rapidamente tivemos a resposta. Karl Lagerfeld é um amante do papel mas a Apple e os produtos, proporcionou-lhe uma outra forma de trabalhar e conviver. Com o seu iPad 2, 4 iPhones 4s e vários iPods com diferentes seleções para diferentes moods, Lagerfeld não se mergulha demasiado na tecnologia – sincronização, listas e parametrização não lhe seduz. A simplicidade do iPad já é diferente – desenha e explica que os seus desenhos ficam sempre diferentes no iPad – como se fizesse gravuras.

Os 4 iPhone 4s estão divididos pelos 4 grupos de pessoas que conhece, assim quando um dos telemóveis toca, ele sabe o que fazer. O iPad utiliza como uma espécie de diário e já têm mais de 30 iPads. Hmm. Diferentes iPads para utilizações e assuntos diferentes.

Lagerfeld fala muito depressa e passa de ideia para ideia, obrigando o Loic Le Meur, fundador do LeWeb e anfitrião, a rapidamente adaptar-se. Pelo meio, a ligação ao iPad de Lagerfeld vai tendo alguns problemas técnicos mas acaba sempre por aparecer no grande ecrã mas nas mais inoportunas de alturas – umas imagens mais privadas e depois de repente está a câmara a filmar Lagerfeld a colocar o seu pin pessoal. Nunca imaginei saber o código pessoal de Lagerfeld e como ele diz que odeia passwords, imagino que vai ter que mudar os seus códigos todos.

Mas Lagerfeld não acredita que a tecnologia venha substituir o papel – cada um para a sua função. A tecnologia permite que ele possa fazer algo que antigamente era impensável – filmar ele próprio um vídeo para a YSL e partilha-lo online – sem intervenção de terceiros e essa liberdade parece o agradar bastante.

Algumas pessoas ainda utilizam fax para poderem comunicar com ele – email está fora de questão. Não tem tempo – não tem tempo. Quanto mais começo a pensar nesta questão mais acho o email uma invenção do passado.

Loic pergunta a Lagerfeld se considera-se louco. A sua resposta é curta e direta “crazy people never think they are crazy”. No final, Loic pede umas dicas para o sucesso – algo que normalmente qualquer orador ou convidado facilmente responde com toda a sua convicção. Lagerfeld repudia a ideia que alguma vez podia ensinar. Ele não acredita que é possível ajudar de forma tão vaga – a vida é o melhor professor.

Natalie Massenet da net-a-porter junta-se no palco a Lagerfeld e Loic para anunciar a nova plataforma online de Karl Lagerfeld que chega a 25 de Janeiro de 2012.

httpv://www.youtube.com/watch?v=wIOm8IHTTH4

 

httpv://www.youtube.com/watch?v=d2JI_FUrf6M

 

Show 3 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.